The Walking Dead (Fonte: Reprodução)
The Walking Dead (Fonte: Reprodução)

The Walking Dead colocou nossos sobreviventes favoritos em apuros quando Beta (Ryan Hurst) enviou uma enorme horda de caminhantes para cercar suas casas. E a pandemia do Coronavírus (COVID-19) adiou a resposta dessa encruzilhada. Mas agora nós sabemos como a gangue vai sair dessa: graças aos minutos iniciais do próximo episódio, liberados pela AMC.

Enquanto falava com o que viria a seguir em The Walking Dead, no painel virtual da franquia nessa San Diego Comic-Con, o diretor Greg Nicotero revelou que a dificuldade nessa ocasião é que “há Sussurradores entre os caminhantes”.

O que isso significa é que os sobreviventes precisam ter cuidado extra para não serem vistos pelos soldados de Beta se passando por mortos-vivos. O risco é dobrado e, portanto, é possível que nem todos saiam vivos.

“Nesse caso em particular, nosso pessoal, sabemos que eles sabem como se mover dentro do rebanho. Vimos isso já no episódio 2 da primeira temporada, quando eles colocam as tripas sobre si mesmos. Mas eles nunca tiveram que manobrar dentro de um rebanho que também possui seres humanos”, disse Nicotero.

“Então, todo o desafio para eles, tentando descobrir como sairão da situação, é que não podem ser tão furtivos quanto costumam ser”, continuou o diretor. “Porque na verdade existem pessoas, há Sussurradores no meio do rebanho de caminhantes”.