Seis séries da rede The CW que viciaram os brasileiros nos últimos 15 anos

Emissora caçula entre as de sinal aberto nos EUA entrou no ar pela primeira vez em 18 de setembro de 2006

Publicado em 18/09/2021 05:00
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A rede The CW, caçula na TV aberta americana, completa 15 anos da estreia no ar neste sábado (18). Embora não possa ser sintonizada no Brasil, a emissora tem uma certa afinidade com o telespectador nacional porque muitas séries de lá se tornaram queridinhas por aqui, verdadeiros vícios como Todo Mundo Odeia o Chris (2005-2009) e Gossip Girl (2007-2012).

Tais atrações emplacaram no território tupiniquim com a ajuda direta das emissoras de sinal aberto, como o SBT e a Record. Na TV paga, as séries da CW têm como casa prioritária a Warner, isso devido a rede ser uma joint venture entre a WarnerMedia (50%) e a ViacomCBS (50%).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A CW nasceu com a junção de outras duas redes: The WB e UPN. Para esta lista feita pelo Observatório de Séries, foram consideradas as atrações que tiveram pelo menos 50% de exibição na The CW (por isso Gilmore Girls ficou de fora, com só uma temporada exibida na rede).

Confira abaixo as seis séries da The CW que viciaram os brasileiros:

Chace Crawford com Blake Lively na série Gossip Girl

Gossip Girl

A série Gossip Girl estreou na TV aberta no Brasil em 2010, três anos após o lançamento nos Estados Unidos. O SBT colocou o drama teen no horário nobre, para bater de frente contra a Record, que exibia CSI (2000-2015). A narrativa sobre um grupo de jovens privilegiados que eram alvos de uma fofoqueira caiu no gosto dos telespectadores.

Já a crítica… Uma reportagem da Folha de S.Paulo, publicada antes da estreia de Gossip Girl no SBT, malhou o subtítulo dado à atração: A Garota do Blog. O texto chamou essa adaptação de “infame” e “desnecessária“. O pior é que muita gente, até hoje, conhece Gossip Girl como A Garota do Blog. Os tombos que o mundo dá, não é mesmo?

Gossip Girl teve seis temporadas, todas disponíveis na HBO Max, o streaming da Warner.

Hilarie Burton (à esq.) com Sophia Bush em One Tree Hill

One Tree Hill

O SBT apresentou One Tree Hill (2003-2012) para o povão em 13 de novembro de 2005. A trama também virou hit imediatamente, ficando famosa pelo subtítulo que ganhou: Lances da Vida.

A série pagou a penitência de passar em todos os horários possíveis no SBT. Foi a ao ar aos domingos, mas devido uma mudança na classificação indicativa, foi transferida para o sábado. Durante nove anos, One Tree Hill esteve constantemente na grade de programação, em um entre e sai danado. Até na madrugada ela foi parar. 

Atualmente, One Tree Hill está disponível no Globoplay.

Tyler James Williams (à esq.) olha para Terry Crews em Todo Mundo Odeia o Chris

Todo Mundo Odeia o Chris

Sem qualquer exagero, Todo Mundo Odeia o Chris é uma das séries internacionais mais populares da história da TV brasileira, lado a lado com o Chaves (1973-1980). A Record é a responsável por exibir a comédia para todo o país e torná-la parte do cotidiano de milhões de pessoas.

Todo Mundo Odeia o Chris é aquela atração que não cansa. Cada episódio sempre será engraçado, não importa quantas vezes passe na TV. Essa popularidade, curiosamente, não se repete nos EUA. No Brasil, ela é esmagadoramente mais famosa do que entre os americanos.

A comédia Todo Mundo Odeia o Chris está disponível em três streamings: Prime Video, Globoplay e Paramount+.

O ator Tom Welling na série Smallville

Smallville

Sim, às vezes o subtítulo que uma série estrangeira ganha no Brasil é brega (como esquecer de Breaking Bad – A Química do Mal). Mas tem outras ocasiões que cabe perfeitamente, igual a Smallville (2001-2011), batizada de As Aventuras do Superboy.

No SBT, Smallville conseguiu uma proeza: bateu a Globo no ibope, feito raro para uma série americana. Isso aconteceu em 2005, quando a série era exibida ao meio-dia do domingo.

As dez temporadas de Smallville estão disponíveis na HBO Max.

Jared Padalecki (à esq.) com Jensen Ackles no drama Supernatural

Supernatural

Supernatural (2005-2020), ou Sobrenatural, foi ao ar no SBT pela primeira vez em 2006. A série pegou o público brasileiro de jeito três anos depois, assim que passou a ser exibida no horário nobre, de segunda à sexta, às 21h. 

O drama, sobre dois irmãos que caçavam entidades do além, não bateu a Globo, mas superou a Record e desfrutava uma vice-liderança consolidada.

O Prime Video e a HBO Max disponibilizam as 15 temporadas de Supernatural.

Nina Dobrev em The Vampire Diaries

The Vampire Diaries

Série que foi líder de audiência da CW, The Vampire Diaries (2009-2017) aterrissou no SBT em 2011 e logo na faixa nobre, às 21h30. No auge da produção em massa de tramas sobre vampiros, a série chamada de Diários de Um Vampiro conquistou um público cativo.

O problema com The Vampire Diaries foi o mesmo de outras séries no SBT. Rodou tanto de horário que acabou não atingindo o máximo de alcance que potencialmente tinha. Acabou encostada nas frias madrugadas na grade de programação.

The Vampire Diaries está no Prime Video e na HBO Max.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio