Dexter (Imagem: Divulgação)
Dexter (Imagem: Divulgação)

Em matéria de Michael Mayers, Dexter, personagem vivido pelo ator Michael C. Hall, já era formando. A série lançada em 2006, trazendo a história de um especialista forense que a noite cometia assassinatos foi um dos seriados mais famosos enquanto esteve no ar.

Do mesmo modo que a série é conhecida por alguns bons momentos, também é conhecida por ter vacilado, e não foi pouco, principalmente com seu desfecho final. Abaixo pode se conferir uma lista de momentos positivos e negativos do seriado do FX. (Via ScreenRant)

Positivo: Narração inicial

Dexter (Imagem/Fonte: o Vicio)
Dexter (Imagem/Fonte: o Vicio)

Logo nas duas primeiras temporadas da série, somos apresentados a um diferente estilo de linguagem, o ‘voice over‘, onde temos uma voz falando, no entanto ela não surge em tela contando a história.

O modo é algo que dificilmente vemos em um seriados, no entanto ela vem para somar em Dexter, dado fato que alguns momentos ela auxilia o espectador a se encaixar muito bem no ambiente da trama em questão.

Negativo: Narração insistente

Dexter (Imagem/Fonte: Bleeding Cool)
Dexter (Imagem/Fonte: Bleeding Cool)

Da mesma forma que a narração foi uma benção em suas duas temporada iniciais, em certo momento ela passou a ser considerada uma espécie de maldição, dado fato que se tornava uma muleta para narrar todas as histórias que ocorriam.

A narração começou a ficar maçante, a ponto de fazer o roteiro parecer pobre por conta de necessitar de uma terceira pessoa para explicar tudo.

Positivo: A estética

Dexter (Imagem: Divulgação)
Dexter (Imagem: Divulgação)

Outro fator adicionado a série que acrescenta muito ao entretenimento do seriado é suas questões de visual e principalmente de ambientação, levando de planos luz e sombra como religião.

Utilizando Miami como o palco da história, temos grande uso de luzes néon e dias ensolarados, na qual deixa um aspeto mais natural as filmagens. Além disso, é bom ressaltar que grande parte dos planos de imagem, foram inspirados nos trabalhos de Martin Scorcese.

Negativo: A morte de Rita

Dexter (Imagem: Divulgação)
Dexter (Imagem: Divulgação)

Uma das coisas que acabaram deixando os fãs um tanto quanto decepcionados foi a morte da personagem Rita (Julie Benz), até então ela era o ponto de equilíbrio, e a paz ao mundo caótico de Dexter.

Porém, após sua morte o protagonista parece ficar perdido, junto com os fãs, dado fato que a personagem era de extrema importância para a trama, e também para Dexter. No geral, se Rita não tivesse morrido, a série poderia ter tomado um outro rumo.

Positivo: O tom sério

Dexter (Imagem: Divulgação)
Dexter (Imagem: Divulgação)

Dado fato que se trata sobre um serial killer, a série poderia muito bem desde seu início ambientar um tom escuro e sem cores, assim envolvendo mais seus fãs naquela narrativa.

Por mais que não tenha utilizado desses artifícios em seu desenvolvimento, é correto afirmar que ele nem foi necessário, já que graças a bela atuação de seus personagens, numa ambientação pacífica conseguiam descarregar poderosas sensações e sentimentos.

Negativo: Desenvolvimento narrativo

Dexter (Imagem: Divulgação)
Dexter (Imagem: Divulgação)

Uma das duramente criticada no seriado foi seu desenvolvimento, já que em seu início apresentou muitas tramas e trazia diferentes personagens que acrescentavam a história de certa forma.

Porém, parece que após falecimento de Rita, os roteiristas não tinham ideia alguma de como proceder a história, deixando o gosto agridoce de que a série somente continuou por conta de seu sucesso.

Positivo: O anti-herói

Dexter (Fonte: Cinema com rapadura)
Dexter (Fonte: Cinema com rapadura)

Indiferentes de filmes, séries ou animações, é comum que o público acabe tendo uma fixação, e simpatia, maior com anti-heróis, dado fato que mudaram seu rumo narrativo por um bem maior.

No entanto, às vezes é comum que façam atrocidades e decisões questionáveis. O seriado prova que, mesmo após tanto tempo do gênero presente na sociedade, ele continua firme e forte, abrindo portas para grandes histórias.

Negativo: Deb e seu destino

Dexter (Imagem: Divulgação)
Dexter (Imagem: Divulgação)

Debra (Jennifer Carpenter) foi uma entre os poucos personagens na série com certa consciência correta, dado fato que ela nos proporcionava diversos momentos com doses de senso de justiça, e moralidade. Enquanto Dexter, corria por outros meios.

Um dos pontos onde os fãs acham que houve uma confusão do roteiro, e que os roteiristas perderam a mão da história foi quando Deb se apaixonasse por seu meio-irmão, Dexter. Essa maluquice só tem fim com a morte da personagem, que é um dos pontos questionáveis até hoje.

Positivo: Encerrou, porém!

Dexter (Fonte: Poltrona Nerd)
Dexter (Fonte: Poltrona Nerd)

Uma das coisas que muitos fãs podem concordar é que, a série acabou após sua longa, e confusa, narrativa. Porém, nesse mês fomos surpreendidos com a notícia do criador da série que teremos uma nova temporada.

E já que teremos dez novos capítulos, como já revelado, finalmente teremos respostas de algumas situações mal resolvidas e também surge a oportunidade de finalizar a história de Dexter de forma digna, já que seu respetivo final não agradou muito.

Negativo: O fim

Dexter (Imagem: Divulgação)
Dexter (Imagem: Divulgação)

Assim como How I Met Your Mother ou até mesmo Game of Thrones, por conta de sua longa história, ou devido a alguns arcos terem uma falta de narrativa melhor trabalhada acabou fazendo com que os fãs se decepcionassem com final do seriado.

A morte de Debby, e o rumo que Dexter toma após todo esse furacão é questionável por muitos fãs muito tanto percebemos que por outro lado foi bom dando foto que a narrativa da série se encerrava, e nada mais poderia abalar o personagem que pudesse criar um novo enredo.