Papa em The Walking Dead, Ritchie Coster é coringa na franquia Law & Order

O ator britânico interpretou sete personagens diferentes em quatro séries da família do drama policial e jurídico

Publicado em 12/09/2021 15:45
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para interpretar o mais novo vilão com V maiúsculo, The Walking Dead escalou o ator Ritchie Coster, que desde 1999 é coringa na franquia Law & Order, na qual viveu sete personagens diferentes em quatro séries. Britânico com uma vasta experiência no cinema e na TV, ele estreia no drama zumbi no episódio deste domingo (12), na pele do Papa, o líder dos Ceifadores.

Em The Walking Dead, Ritchie ganhou um papel único. O tal Papa foi criado especificamente para a atração televisiva, não há qualquer correspondência com a HQ homônima, diferentemente dos antagonistas recentes: Negan (Jeffrey Dean Mogan) e Alpha (Samanta Morton). 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A vilania não é estranha para o ator londrino. No universo Law & Order ele já foi de tudo, incluindo um serial killer. Coster demonstrou uma diversidade singular, interpretando de um empresário musical a um fotógrafo, passando por produtor pornográfico e agente antidrogas.

Ritchie Coster, coringa na franquia Law & Order

A estreia de Ritchie Coster na franquia Law & Order foi em 1999, na primeira temporada da Special Victims Unit (a SVU). Ele foi o fotógrafo de modelos Carlo Parisi, que abusava sexualmente das mulheres que posavam para ele. O profissional acabou atrás das grades.

No ano seguinte, foi a vez de encarnar uma pessoa totalmente diferente. Em episódio da série mãe Law & Order (11ª temporada), o britânico viveu Jorgan Stern, um empresário musical podre de rico que queria contratar uma violinista. Porém, a moça foi encontrada morta e ele passou a ser um dos suspeitos de cometer o crime.

Ritchie Coster em Law & Order, como Jorgan Stern (Reprodução/NBC)

Coster atuou em mais uma estreia de temporada de uma série da franquia. Em 2002, o coringa recebeu o papel de Simon Matic em episódio de Criminal Intent. Ele era um nacionalista sérvio que no país europeu lutou guerras e cometeu diversos crimes, como estupro. Em 1996, o bandido aterrissou nos Estados Unidos e manteve a veia criminal. Terminou encarcerado por sequestro e abuso sexual.

Um ano depois, Ritchie Coster voltou para a Law & Order mãe, então na 14ª temporada. O personagem, chamado Mark Bruner, foi muito mais sombrio do que o anterior. O cara era um serial killer responsável por assassinar, pelo menos, 17 adolescentes em Nova York. Na série, ele foi preso, condenado e executado.

Outra série novata

Em 2005, Trial by Jury foi a terceira atração da franquia que contou com o ator britânico na primeira temporada. Aqui, ele interpretou o produtor pornográfico Shane Lucas, tratado como suspeito de matar uma prostituta de apenas 15 anos de idade.

Novamente em Law & Order, na 16ª temporada (2006), o ator deu vida ao agente Kevin Almonte, da agência antidrogas americana (DEA). Veterano, Kevin tinha envolvimento com traficantes em um esquema indecoroso. O agente corrupto dava dicas aos criminosos de roubos em esconderijos de outros bandidos. O dinheiro furtado era dividido. 

A última aparição de Coster na franquia Law & Order foi em 2009, na Criminal Intent. O episódio em questão, da oitava temporada, envolveu até o Brasil e a votação para eleger a cidade-sede das Olimpíadas de 2016. 

Uma diplomata belga, eleitora nesse processo, foi assassinada, assim como o guarda-costas dela. O consultor Jack Taylor (Coster), gerenciador de uma empresa de segurança privada, virou pessoa de interesse na investigação porque foi ele quem contratou o guarda-costas morto.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio