Amazon explica o motivo de série de O Senhor dos Anéis ter um orçamento tão alto

Série custou cerca de 465 milhões de dólares

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Idade de Ouro da TV que vivemos por quase duas décadas viu os maiores e mais populares programas do planeta continuarem a ficar cada vez mais caros para produzir, mas O Senhor dos Anéis, da Amazon, conseguiu bater o record em gastos na produção.

Game of Thrones e The Mandalorian foram estimados em cerca de US$ 15 milhões por episódio, enquanto o Marvel Cinematic Universe elevou a barra ainda mais depois que foi revelado que os exclusivos Disney+ poderiam custar até US$ 25 milhões por menos de uma hora de televisão. No entanto, isso é uma gota no oceano em comparação com a adaptação de J.R.R. Tolkien, com a primeira temporada trazendo para o streamer US$ 465 milhões.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Epic Stream, a diretora do Amazon Studios, Jennifer Salke, tentou justificar os custos exorbitantes associados a O Senhor dos Anéis e aqui está como ela explicou por que eles estão gastando tanto: “O mercado está louco. Esta é uma temporada completa de um grande show de construção mundial. O número é uma manchete sexy ou uma manchete maluca que é divertida de clicar, mas que realmente está construindo a infraestrutura que sustentará toda a série. Mas é um mundo louco e várias pessoas neste Zoom, principalmente a Bela [Bajaria da Netflix] e eu, temos estado em situações de licitação onde começa a subir incrivelmente alto. Há muito namoro e temos que toma decisões sobre onde queremos expandir e definir os limites. Quanto a quantas pessoas precisam assistir O Senhor dos Anéis? Muitas. Uma audiência gigante e global precisa aparecer na televisão com hora marcada, e estamos bastante confiantes de que isso vai acontecer.”

Começando em tempos pacíficos, a trama da série acompanha personagens novos e já conhecidos na batalha contra o temido ressurgimento do mal na Terra-média. Das profundezas mais escuras das Montanhas Sombrias, às majestosas florestas da capital dos elfos de Lindon, ao reino da ilha de Númenor e aos confins do mapa, esses personagens vão construir legados que irão sobreviver até muito tempo depois de suas vidas.

Como anunciado previamente, a série é liderada pelos showrunners e produtores executivos J.D. Payne e Patrick McKay. A equipe também conta com os produtores executivos Lindsey Weber, Callum Greene, J.A. Bayona, Belén Atienza, Justin Doble, Jason Cahill, Gennifer Hutchison, Bruce Richmond e Sharon Tal Yguado, o coprodutor executivo Wayne Che Yip, e o produtor Christopher Newman.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio