Winona Ryder revela que Keanu Reeves e Anthony Hopkins a defenderam contra diretor

Publicado em 23/06/2020 18:52
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em uma entrevista recente ao The Sunday Times, a atriz Winona Ryder, intérprete de Joyce Byers em Stranger Things, relembrou que Keanu Reeves e Anthony Hopkins a defenderam contra um suposto pedido prejudicial de um diretor.

O diretor no caso era ninguém menos que Francis Ford Coppola, com quem Winona Ryder trabalhou no filme Drácula de Bram Stoker, em 1992, onde a estrela da Netflix contracenou com Keanu Reeves e Anthony Hopkins.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando Coppola queria mais lágrimas dela, Ryder disse que o diretor começou a gritar insultos (incluindo “sua puta!”) para deixá-la mais emocional. Ele também convocou seus colegas masculinos para participar, de acordo com Ryder.

“Para colocá-lo em contexto, eu deveria estar chorando”, disse Ryder. “Literalmente, Richard E. Grant, Anthony Hopkins, Keanu… Francis estava tentando fazer com que todos gritassem coisas que me fariam chorar. Mas Keanu não o fez, Anthony não o fez… Simplesmente não funcionou”.

A estrela de Stranger Things disse que a experiência a levou a uma longa amizade com Reeves, e que ela e Coppola, agora com 81 anos, estão “bem agora”.

Recentemente, Winona Ryder também chamou atenção ao falar sobre seu antigo caso com o ator Johnny Deppdefendendo o astro das acusações da atriz Amber Heard.

A atriz retornará ao catálogo da Netflix com Stranger Things 4, que ainda não tem data oficial de estreia.

https://observatoriodeseries.uol.com.br/noticias/winona-ryder-relembra-comentarios-anti-semitas-e-homofobicos-de-mel-gibson
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio