La Casa de Papel (Fonte: Netflix)
La Casa de Papel (Fonte: Netflix)

A Netflix divulgou os dados de suas produções mais populares entre o público brasileiro lançadas em 2019, entre as originais da empresa. A recente produção The Witcher está na lista, mas mesmo sendo muito popular, não está em primeiro lugar.

Confira abaixo as lista com as dez séries mais populares da empresa em 2019.

1- La Casa de Papel: Parte 3

O Professor e a equipe se unem para libertar Rio e um ousado plano para invadir o Banco da Espanha é colocado em prática.

2- The Witcher

Baseada na coleção best-seller de fantasia, The Witcher é uma saga épica sobre família e destino. Geralt de Rívia, um caçador de monstros solitário, luta para encontrar seu lugar em um mundo em que as pessoas com frequência são piores do que as feras.

3- Sintonia

O funk, a religião e o crime influenciam a vida de três jovens da periferia de São Paulo lutando para realizar seus sonhos. Série de KondZilla.

4- Titãs: Temporada 1

Liderado por Robin, o ex-parceiro de Batman, um grupo de heróis adolescentes combate o crime – e seus próprios demônios.

5-Sex Education: Temporada 1

A mãe de Otis é terapeuta sexual. Otis é jovem –  e virgem. Um dia, ele e sua amiga rebelde, Maeve, resolvem usar seus conhecimentos teóricos e abrem uma clínica clandestina de terapia sexual na escola. 

6- Stranger Things 3

Ratos assassinos, espionagem russa, Coca-Cola reformulada e um novo shopping center! É 1985 em Hawkins e grandes mudanças estão a caminho…

7- Irmandade

Uma advogada honesta é forçada pela polícia a virar informante e a trabalhar contra o irmão, o líder preso de uma facção criminosa.

8- Lucifer: Temporada 4

Enquanto Chloe tenta lidar com a verdade sobre Lúcifer, um padre está determinado a evitar que uma antiga profecia se torne realidade.

9- The Umbrella Academy

Uma complicada família de super-heróis se une para desvendar o mistério da morte do pai, enfrentar uma ameaça apocalíptica e muito mais.

10- Você: Temporada 2

Ambientada na hiperconectada realidade atual, Você mostra como somos vulneráveis à manipulação online e também na vida real.