The Walking Dead | Teoria de que série é uma sequência de Breaking Bad é reforçada na 9ª temporada

Publicado em 26/02/2019 21:09
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

The Walking Dead continua a confirmar uma teoria de longa data. Assim, os fãs podem considerar que o drama zumbi é ambientado no mesmo universo de Breaking Bad. A referência ao aclamado drama de Vince Gilligan veio da personagem Lydia (Cassady McClincy).

Ocorreu no décimo episódio da nona temporada. Primordialmente, Lydia conta para Daryl (Norman Reedus) e Henry (Matt Lintz) sobre sua perturbadora história de fundo. Então, os espectadores veem em flashbacks que remontam à explosão da epidemia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eles servem para mostrar como sua mãe, a nova vilã da série interpretada por Samantha Morton, passou de mãe carinhosa para a maníaca Alpha. Dessa maneira, vemos Alpha cantando uma canção de ninar para sua filha. A canção de 1939, “Lydia the Tattooed Lady”.

Veja também:

Como Angela Kang pode ter salvo The Walking Dead ao tirar Andrew Lincoln

Fãs de Breaking Bad vão lembrar dessa música muito bem. Afinal, é o som que toca quando a distribuidora de drogas, Lydia Rodarte-Quale (Laura Fraser), chama o assustador Todd (Jesse Plemons) no final da série. Esta não é a primeira vez que Breaking Bad foi referenciado no universo de The Walking Dead.

Na terceira temporada de Fear the Walking Dead, Madison (Kim Dickens) e Qualtega (Michael Greyeyes) entram em um mercado onde a música “Negro y Azul: A Balada de Heisenberg” está tocando ao fundo. A mesma faixa que apareceu em Breaking Bad na segunda temporada. A idéia estranhamente convincente de que Breaking Bad é uma prequel de The Walking Dead – algo chamado de “The Breaking Dead Theory” – já existe há algum tempo. Aliás, a droga produzida por Walter White é considerada a culpada pelo surto no teoria.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio