Warrior Nun (Fonte: Reprodução)
Warrior Nun (Fonte: Reprodução)

A mais nova série original da Netflix segue uma mulher jovem que foi escolhida por uma ordem antiga para liderá-la em uma luta conta as forças demônicas do mal, usando seus novos superpoderes. E não, essa série não é um reboot de Buffy: A Caça-Vampiros, mas sim Warrior Nun.

Baseada nos quadrinhos de Ben Dunn e adaptada por Simon Barry, a série segue uma organização secreta de freiras guerreiras dentro da Igreja Católica, treinadas para combater demônios e lideradas por um herói escolhido, imbuído de poderes por um artefato místico; uma auréola.

A primeira temporada de Warrior Nun chegou ao catálogo da Netflix nesta quinta-feira (02), e Simon Barry conversou com o Inverse, revelando que ele já tem planos para a 2ª temporada e mais, se a Netflix decidir renovar.

“Eu definitivamente tenho pensamentos (sobre a 2ª temporada). Quando estávamos terminando a primeira temporada, tínhamos muitos outros caminhos a percorrer em termos de história”, disse Barry. “Por isso, criamos uma pasta pensando, ei, se tivermos sorte o suficiente para obter a segunda temporada, aqui estão algumas coisas que podemos extrair. Depois de ver o programa completo, nos reagrupamos apenas para conversar sobre ideias”.

Simon Barry ainda revelou que sua vontade é de termos muitos mais do que apenas duas temporadas de Warrior Nun:

“Essas coisas tendem a se revelar quando a história começa a parecer que está crescendo. Você quer encontrar um ponto em que possa quebrar. Com a Warrior Nun, eu daria uma janela porque ainda estamos muito adiantados no processo de desenvolvê-la. Qualquer coisa entre cinco e sete temporadas seria adorável”.