Saiba quantas horas as pessoas estão assistindo de Netflix na quarentena

Publicado em 06/05/2020 17:26
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A pandemia de Coronavírus (COVID-19) se espalhou pelos quatro cantos da Terra, infectando milhões e interrompendo a vida normal, forçando muitos a ficar em casa e, aparentemente, assistir muito conteúdo em serviços de streaming como a Netflix.

Para empresas grandes e pequenas, o COVID-19 alterou completamente a própria definição de “dia útil normal”. E, de certo, isso pode ser dito para a gigante do streaming, se isso significar alta demanda devido ao bloqueio. Dados reunidos pela Kill the Cable Bill revelaram que os assinantes da Netflix nos Estados Unidos têm uma média de mais de 3 horas de transmissão por dia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo o site, os usuários da Netflix assistiram a uma média de duas horas de conteúdo por dia em 2019. Até 2020, e dado o atual desligamento do Coronavírus nos Estados Unidos, a Nielsen descobriu que os protocolos de distanciamento social poderiam causar um aumento de 61% no streaming de vídeo.

Um cálculo rápido revela que, em apenas 12 meses, o número médio de horas gastas assistindo aos conteúdos do catálogo da Netflix aumentou consideravelmente para os estadunidenses.

É claro que esses são tempos excepcionais e, sem um ponto de extremidade claramente definido, é provável que a Netflix continue experimentando esse aumento na demanda até que o bloqueio seja suspenso.

Em outros locais, como na Europa em geral, os órgãos reguladores instaram as pessoas a transmitir conteúdo em definição padrão sempre que possível, a fim de aliviar a pressão sobre os provedores de Internet e garantir a disponibilidade de largura de banda suficiente. Essa é uma frase que você não lê todos os dias.

Não é à toa que o valor da Netflix no mercado de ações disparou durante a crise atual, à medida que os espectadores isolados se voltam para mundos fictícios para distraí-los daquele fora da janela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio