Produção dizia que Emilia Clarke decepcionaria os fãs de Game of Thrones sem cenas de nudez

Publicado em 21/11/2019 03:34
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Agora que a poeira abaixou, provavelmente até em Porto Real, as pessoas envolvidas com a produção de Game of Thrones têm trazido histórias sobre os bastidores do programa da HBO. Uma delas é Emilia Clarke.

Como era de se imaginar pela produção do programa, foi necessário um esforço monumental para dar vida à Westeros. No entanto, mesmo que muitas das histórias sejam alegres e doces, algumas não são.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz que interpretou Daenerys Targaryen compartilhou recentemente algumas experiências durante as filmagens da primeira temporada de Game of Thrones que definitivamente não foram boas.

Cenas de nudez

Falando com Dax Shepard no seu podcast Armchair Expert, Clarke falou sobre sua relutância em fazer cenas de nudez na série, cuja sua primeira cena já trazia seus seios à mostra.

Ela já havia falado publicamente sobre esse assunto no passado, e é provável que os fãs da série tenham percebido que após a primeira temporada, Clarke praticamente não mostrou mais seu corpo. E, a julgar pela sua experiência durante a primeira temporada, fica claro o motivo.

“Sou muito mais sagaz com o que me sinto confortável e com o que estou bem em fazer”, disse a atriz. “Eu tive brigas no set antes de dizer ‘não, o lençol permanece’, e eles diziam ‘você não quer decepcionar os fãs de’ Game of Thrones ‘. Tipo, ‘foda-se você‘. Sinto que já vi o suficiente agora para saber o que é realmente necessário”.

Jason Momoa

A atriz revelou que seu colega de elenco, Jason Momoa, foi uma ajuda crucial durante esses problemas difíceis, que ela não estava preparada para enfrentar na época.

“É só agora que percebo a sorte que tive com isso. Porque isso poderia ter sido de muitas, muitas e diferentes maneiras”, acrescentou Clarke. “Como Jason tinha experiência, ele fez um monte de coisas antes, ele dizia ‘Querida, é assim que deve ser e é assim que não é para ser, e eu vou garantir que façamos desse jeito’. Ele era tão gentil, atencioso e se importava comigo como um ser humano. Ele cuidou de mim, ele realmente cuidou. Em um ambiente em que eu não sabia que precisava ser cuidada”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio