Nova polêmica faz Netflix responder críticas de Judd Apatow

Publicado em 29/10/2019 20:33
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, a Netflix anunciou que estava testando um novo recurso que, entre outras coisas, permitiria aos usuários do app mobile alterar a velocidade de reprodução do conteúdo na plataforma de streaming.

A capacidade de assistir a programas de TV e filmes em velocidade mais lenta ou mais rápida provavelmente parecia um recurso de nicho estranho para a maioria dos assinantes da Netflix. Mas o anúncio atraiu uma reação imediata de vários cineastas, incluindo críticas vocais de Judd Apatow.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Apatow, que produziu e dirigiu diversos filmes de sucesso (O Virgem de 40 Anos, Superbad, O Pentelho e Missão Madrinha de Casamento, só para citar alguns), além de criar a série Love, da Netflix, argumentou que o recurso estava interferindo injustamente na apresentação do trabalho criativo.

Um porta-voz da Netflix respondeu com uma declaração oficial, dizendo:

“Estamos sempre experimentando novas maneiras de ajudar os membros a usar a Netflix. Este teste permite variar a velocidade com que as pessoas assistem a shows em seus celulares. Como em qualquer teste, ele pode não se tornar um recurso permanente na Netflix”.

Além disso, a empresa publicou uma postagem em seu site, explicando ainda mais o recurso de velocidade de reprodução e o processo de teste em geral.

O que diz a Netflix

A publicação enfatiza que o recurso proposto faz parte de uma variedade maior de recursos potenciais especificamente para usuários de mobiles. Além de definir as velocidades de reprodução, a empresa está testando a capacidade de ajustar o brilho da tela no aplicativo do streaming, definir a orientação do bloqueio de tela e ajustar mais facilmente as configurações de idioma e legendas do áudio.

A postagem também explica que o recurso deve ser definido sempre que um usuário começar a assistir a um novo conteúdo; o player não se lembrará da configuração anterior, e começará automaticamente novos títulos na velocidade normal padrão. Ainda, a empresa insiste que o tom será ajustado para títulos reproduzidos em velocidades mais lentas ou mais rápidas, para que o consumo não seja prejudicado.

Finalmente, a gigante do streaming enfatiza que as velocidades de reprodução são apenas um teste e que não têm planos de implementar permanentemente o recurso ou expandir o teste para seus formatos de tela grande.

Segundo o site, definir a velocidade de reprodução é um recurso frequentemente solicitado pelos usuários de mobiles. Vale ressaltar que definir as velocidades de reprodução é um recurso do YouTube há muito tempo, e é possível encontrar hacks para contornar o iTunes com velocidades maiores ou menores com uma simples pesquisa no Google.

Portanto, existe claramente alguma demanda por esse recurso. Mas caberá aos usuários decidir se assistir filmes como O Virgem de 40 Anos em velocidade acelerada destrói o seu valor artístico.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio