Netflix está afrouxando restrições de VPN, mas esconde o conteúdo regional

Publicado em 20/06/2020 18:18
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Netflix é o serviço de streaming mais popular do mundo, com ótimos títulos, tanto de drama como de comédia, em seu vasto catálogo. Mas esse catálogo é limitado de acordo com a sua localização. Isso significa que algumas séries que gostaríamos de assistir não estão disponíveis no Brasil… Mas podem estar no catálogo da Netflix em algum outro país.

Por isso, alguns assinantes usavam uma VPN, ou Virtual Private Network, para contornar as restrições da Netflix e assistir o conteúdo do streaming em outros territórios. Isso até, é claro, a empresa bloquear todos os serviços de VPN em 2015. Mas aparentemente esse bloqueio está no passado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Netflix fez discretamente algumas mudanças que afetarão os usuários de VPN. O streaming está afrouxando suas restrições para acomodar usuários que querem desfrutar do conteúdo enquanto se protegem na Internet.

Por assim dizer, apenas o uso de uma VPN para fins de segurança apresentaria um “erro de proxy”. Agora parece que o serviço só exibirá conteúdo disponível globalmente se detectar que você está usando uma VPN, enquanto oculta qualquer coisa com restrições regionais.

O uNoGS, um site que mantém um banco de dados de conteúdo da Netflix disponível em diferentes países, foi o primeiro a perceber a mudança. “Observamos pela primeira vez grandes mudanças na Netflix por volta de 1º de maio”, revela o site.

Portanto, se você está usando uma VPN e percebe que algum conteúdo foi interrompido, é por isso. Mas a Netflix ainda não falou sobre o assunto, então alguns usuários da VPN podem não entender por que a lista de títulos disponíveis diminuiu. Mas, do lado positivo, qualquer conteúdo que os usuários da VPN vejam deve poder ser reproduzido sem incidentes ou pop-ups.

https://observatoriodeseries.uol.com.br/noticias/essa-popular-serie-e-a-pior-da-netflix-para-os-criticos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio