Não foi audiência; entenda como Power Rangers acabou com Os Gárgulas

Publicado em 19/05/2020 22:24
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A sombria série animada Os Gárgulas é uma lembrança carinhosa na mente de muitas crianças dos anos 90, que cresceram assistindo aos seriados mais populares da época, como Mighty Morphin Power Rangers, Pokémon e muito mais.

Mas a adição da série das estátuas que ganharam vida em Nova York ao catálogo da Disney+ está fazendo com que muitas outras pessoas a descubram depois de muito tempo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A combinação de vários acontecimentos separados levou ao cancelamento inicial do programa e à subsequente ida para a ABC, para uma terceira temporada muito criticada.

Após o sucesso da 1ª temporada de 13 episódios da série e da linha de brinquedos que a acompanhou, a Disney queria o máximo possível da série, com a contagem de episódios chegando aos 52 na 2ª temporada, com cada novo episódio planejado para ir ao ar cinco vezes em uma semana.

Mas, de acordo com o criador da série, Greg Weisman, em uma recente entrevista (mesma entrevista na qual ele culpa O.J. Simpson pelo cancelamento), com o show na Disney+, não só é possível que um revival aconteça, como um live-action da franquia estaria nos planos dele.

No entanto, como um show tão popular hoje em dia não está falando sobre sua trajetória de sucesso e sim sobre um possível revival? Bem, segundo Weisman, a razão para isso é que uma febre ainda maior chegou na cidade: os Power Rangers!

“Aquele show foi um arrasa-quarteirões”, disse o criador sobre o show de adolescentes da Alameda dos Anjos. “Então, na primeira temporada, éramos o programa número 1 no horário da tarde e, na segunda temporada, éramos consistentemente o número 2. Não fomos um fracasso, mas passamos de um home run para um double. Power Rangers foi a grande novidade e o home run. Nossos brinquedos caíram. Portanto, não se pensou muito em fazer a terceira temporada. A audiência foi fraturada”.

Perder a popularidade na audiência é normalmente fatal para um programa. Mas um programa infantil perder a popularidade de venda de brinquedos na era pós-Star Wars é, certamente, mais fatal ainda.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio