Lea Michele (Fonte: Reprodução)
Lea Michele (Fonte: Reprodução)

Na noite desta segunda-feira (04), quando o Twitter entrava em erupção com os desdobramentos dos protestos contra o racismo da polícia estadunidense após esta matar George Floyd, um outro tópico, não relacionado ao assassinato de Floyd, mas sim ao racismo, surgiu: Lea Michele.

Na semana anterior, Michele, uma das muitas celebridades a condenar a atitude da polícia, twittou para seus 4,5 milhões de seguidores: “George Floyd não merecia isso. Este não foi um incidente isolado e deve terminar. #BlackLivesMatter”. Confira abaixo:

Então, na noite do dia 04. Samantha Ware, uma mulher negra e uma das ex-colegas de elenco de Michele no drama musical da Fox, Glee: Em Busca da Fama, citou a mensagem de Michele, a acusando de tornar sua vida um “inferno” na produção. Confira abaixo:

A tradução, bem como as repercussões imediatas das acusações de Samantha Warren, que disse viver sob micro-agressões de Lea Michele, você pode conferir clicando aqui.

Embora Michele não tenha respondido imediatamente, ela divulgou um comunicado nesta quarta-feira (03) no Instagram. Ela disse que seu tweet foi concebido como “uma demonstração de apoio aos nossos amigos, vizinhos e comunidades de cor durante esse período realmente difícil”, mas as respostas a levaram a pensar em como seu “próprio comportamento em relação aos colegas do elenco era percebido por eles”.

“Embora eu não me lembre de ter feito essa declaração específica e nunca julguei os outros pelo seu passado ou pela cor da pele, esse não é o ponto”, ela escreveu na publicação. “O que importa é que agi claramente de uma maneira que machucou outras pessoas… Peço desculpas pelo meu comportamento e por qualquer dor que causei”.

Michele, que está grávida, acrescentou que sabe que precisa “continuar trabalhando para melhorar a mim mesma” para que ela possa ser um modelo para a criança.

Depois que Glee: Em Busca da Fama se tornou um fenômeno no final da década passada, com Michele no papel principal de Rachel Berry, houve rumores de que ela era “difícil” e entrava em atrito com seus colegas de elenco. Naya Rivera, também uma das primeiras estrelas de Glee, confirmou isso em suas memórias de 2016, ao descrever as interações “aquecidas” entre Michele e ela.