Ex-estrela de Sex and the City, Sarah Jessica Parker, revela caso de assédio

Publicado em 08/07/2019 16:11
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por volta de dois anos atrás, o movimento Me Too desencadeou um discurso público sobre abuso e assédio sexual. Particularmente dando voz e plataforma aos sobreviventes de tais experiências. Agora, Sarah Jessica Parker está falando sobre o assunto.

Assim, a atriz é a mais recente em uma série de atrizes e atores que se apresentaram com suas histórias de maus-tratos. Certamente, todos lembram que o deposto Harvey Weinstein, que enfrenta um julgamento por agressão sexual em setembro, foi apontado como agressor por muitos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No fim de semana, Parker se abriu sobre suas próprias experiências com assédio no set, recordando uma “grande estrela de cinema” que agiu de forma inadequada com ela. Em uma entrevista com para NPR, a ex-estrela de Sex and the City lembrou-se de trabalhar em um projeto e ter que ligar para seu representante sobre um colega que estava se comportando não apenas de forma inadequada. “Mas talvez eu diria que eles não estavam vivendo às obrigações contratuais também ”, disse ela.

O caso de Parker

Enquanto Parker não divulgou o projeto ou o nome do ator, ela acrescentou: “A natureza da pessoa que eu senti era realmente a instigadora, era um homem adulto. Uma grande estrela de cinema. Ele estava chapado, ou seja, sua personalidade, estava alterada. Ele era uma pessoa formada e isso não iria mudar”.

Então, a atriz compartilhou que, depois de fazer a chamada para seu representante, o astro alterou seu comportamento. “[Meu representante] disse a eles: ‘Se isso continuar, enviei a ela uma passagem, uma passagem só de ida para fora desta cidade’, onde eu estava filmando. ‘E ela não retornará’”, disse Parker.

“Foi fascinante”, revelou a atriz. “Em poucas horas tudo mudou. Não foi perfeitamente agradável. Mas eu não precisava mais ser tímida. E não tive que temer uma conversa em potencial. Eu não tinha que ouvir piadas sobre mim ou minha figura ou sobre o que as pessoas achavam que poderiam me convencer a fazer. Todos esses homens. E isso simplesmente parou”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio