Estamos prestes a ver um suicídio em The Walking Dead?

Publicado em 28/10/2019 17:09
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O quarto episódio da 10ª temporada de The Walking Dead, Silence the Whisperes, pode ter previsto um final trágico para o rei Ezekiel (Khary Payton). Depois que uma árvore derrubada deixou o Hilltop exposta a uma avalanche de caminhantes, Ezequiel congelou.

O ex-líder do Reino caiu em profunda depressão desde a morte do filho Henry (Matt Lintz), assassinado pelos Sussurradores liderados por Alpha (Samantha Morton). Mas essa perda insuportável foi seguida pelo fechamento do Reino e pela separação da esposa Carol (Melissa McBride), agora lutando com seus próprios comportamentos autodestrutivos. Ezequiel viajou para o bosque e considerou o suicídio. Mas foi impedido por Michonne (Danai Gurira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu perdi meu reino. Eu tinha um reinado, e o que eu fiz com isso? Eu falhei”, confessa Ezequiel. “Benjamin, Shiva, Henry, então o Reino… Agora, Hilltop. E Carol… Eu nem sei como falar com ela”.

Michonne revela que já se viu em um lugar igualmente sombrio: nos primeiros dias do apocalipse, sofreu a perda do filho. Ela admite que costumava invejar todos os caminhantes mortos com sua katana.

“Toda vez que eu via um caminhante, eu dizia a mim mesma: ‘vou deixar ele me morder’”, diz ela a Ezequiel. “A próxima coisa que sei é que minha espada estava cortando sua cabeça como se tivesse uma mente própria. Então eu abaixei a espada. Matei-os com minhas próprias mãos. Eventualmente… Eu simplesmente desisti”.

De volta a Hilltop, Ezekiel diminui as preocupações do melhor amigo e conselheiro, Jerry (Cooper Andrews). Mas depois de convencer Jerry de que ele está melhor, seu sorriso desaparece.

Podemos ver esse suicídio?

A quase tentativa de suicídio de Ezequiel, e o comentário de Michonne sobre querer deixar que os caminhante a mordessem em seu período depressivo, podem prenunciar uma morte semelhante nos quadrinhos: em The Walking Dead #41, uma Carol deprimida cometeu suicídio quando permitiu que um caminhante amarrado mordesse seu pescoço.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio