Danai Gurira abre jogo sobre sair de The Walking Dead: “Foi muito assustador”

Publicado em 23/03/2020 11:55
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

The Walking Dead se despediu de outro membro do elenco de longa data no episódio desta semana, com Danai Gurira saindo oficialmente da série depois de sete temporadas interpretando Michonne.

No episódio desta semana (22), Virgil (Kevin Carroll) e Michonne chegaram à Ilha Bloodsworth, uma antiga base naval que Virgil afirmou conter um esconderijo de armas que ele daria a Michonne e Oceanside.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O episódio foi amplamente composto por Michonne fazendo uma viagem induzida por drogas de volta ao passado, vendo como sua vida poderia ser radicalmente diferente se ela não tivesse feito uma escolha: salvar Andrea (Laurie Holden).

“Como artista, foi muito gratificante”, contou Gurira à Variety sobre os flashbacks da história alternativa. “Mas, em outro sentido, foi muito assustador, porque realmente levanta a ideia de como uma escolha poderia tornar alguém uma pessoa tão diferente. Ela fez uma escolha para ajudar uma mulher, e essa escolha a colocou em uma jornada”.

Após não salvar Andrea em suas alucinações, Michonne se vê em um caminho que a coloca como o braço direito de Negan (Jeffrey Dean Morgan), a faz matar Glenn Rhee (Steven Yeun) e termina com ela sendo assassinada por Rick Grimes (Andrew Lincoln).

“Os escritores criaram toda a arquitetura”, revelou. “Angela (Kang) me falou sobre isso e, em seguida, ela foi muito generosa em me deixar colaborar com aspectos dela”.

Além disso, a atriz ainda comentou sobre a evolução de sua personagem:

“Sou muito grata pelos aspectos de como (Michonne) evoluiu”, disse a atriz. “Ela teve que passar por tantas tentativas e erros antes que pudesse ser alguém de confiança neste grupo e amada nesse grupo”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio