Canal Like elege as 10 melhores série da década; Veja lista

Publicado em 27/12/2019 16:21
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para fechar o ano e encerrar o ciclo desta década, o Canal Like preparou três programas especiais elegendo as dez melhores séries, os dez melhores filmes internacionais e os dez melhores filmes nacionais dos últimos dez anos. Depois de muito debate e saudosismo, e equipe do Like chegou a um acordo para eleger os destaques de 2010 a 2019. Veja abaixo a lista e comente se concorda com os escolhidos.

10º lugar – The Good Wife

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A décima posição fica com o drama criminal assinado pelo casal Michelle e Robert King, os mesmos criadores de In Justice. The Good Wife se baseou nos escândalos sexuais envolvendo personalidades importantes do cenário político dos Estados Unidos. A personagem principal é Alicia Florrick (Julianna Margulies), esposa de um figurão preso em um desses rebuliços que sempre misturam prostituas e corrupção.

9º lugar – Big Little Lies

A nona melhor série da década reuniu um elenco com várias estrelas superpoderosas: Nicole Kidman, Reese Witherspoon, Laura Dern, Shailene Woolley e Zoe Kravitz. Big Little Lies segue a vida de cinco mulheres que moram na cidade costeira de Monterey, na Califórnia, e guardam segredos inconfessáveis por trás das aparências.

8º lugar – Rick e Morty

O oitavo lugar é de uma animação adulta que surgiu de um curta-metragem parodiando o clássico De Volta para o Futuro. Depois os personagens que representavam Doutor Brown e Marty McFly foram substituídos por Rick e Morty, que dão nome a série.

7º lugar – Sob Pressão

No sétimo lugar temos uma série brasileira sobre o drama da equipe de emergência de um hospital público. A criação é de Renato Fagundes e Jorge Furtado com direção de Andrucha Waddington. Sob Pressão é derivada do filme que tem um título igual e é baseada no livro do médico Marcio Maranhão. Dois mundos se encontram nos corredores do hospital – o do cético Doutor Evandro e o da religiosa Doutora Carolina. Eles precisam encontrar o equilíbrio para enfrentarem a rotina caótica da emergência de um hospital no subúrbio do Rio de Janeiro.

6º lugar – Chernobyl

A sexta posição relembra um dos dias mais trágicos do século XX, quando um acidente nuclear de grandes proporções afetou milhões de pessoas na antiga União Soviética. Até hoje os impactos do desastre são sentidos pela população da Ucrânia. Chernobyl, a minissérie criada por Craig Mazin, tenta esclarecer o que teria acontecido na tragédia.

5º lugar – Game of Thrones

O quinto lugar pertence a uma das séries mais icônicas da década e foi carro-chefe da HBO enquanto esteve no ar. Claro que estamos falando de Game of Thrones. Na trama medieval de fantasia, sete reinados e diferentes personagens competem entre si para saber quem vai sentar no Trono de Ferro. Sobram conflitos entre as famílias na busca incansável pelo poder, romance, vingança, sobrevivência ou simplesmente pela aventura.

4º lugar – Mad Men

O quarto lugar é outra produção de época impecável no figurino, interpretação e autenticidade. Mad Men é uma criação do roteirista Matthew Weiner, que ficou engavetada por sete anos até encontrar uma porta aberta na AMC. A narrativa acontece durante os anos 1960, numa agência de publicidade de Nova Iorque, que tem clientes do naipe da Kodak, Heineken, Pampers, Chevrolet, Avon e Sheraton. Além das referências visuais, Mad Men trouxe um leque de temas em alta no período, como o tabagismo, feminismo, adultério e anti-semitismo.

3º lugar – Black Mirror

Vamos avançar uns anos no tempo para falar do terceiro lugar na lista, que vai para uma série britânica de ficção científica no formato de antologia. Ou seja, a cada episódio mudam o elenco, os cenários e o contexto. Black Mirror explora um futuro próximo, onde a natureza humana e a tecnologia de ponta entram em conflito. A criação de Charlie Brooker tem episódios independentes um do outro, que você pode assistir na ordem que quiser. Todos eles fazem o público refletir sobre as consequências perversas da sociedade do espetáculo, onde os mundos físico e virtual se confundem.

2º lugar – Twin Peaks: O Retorno

A vice-liderança fica com a continuação de uma série dramática criada por Mark Frost e David Lynch que revolucionou a televisão nos anos 1990. Muitos atores do elenco original retornaram para reviverem os seus papéis em Twin Peaks: O Retorno. Na série original o foco está na investigação do agente do FBI Dale Cooper sobre o assassinato da estudante Laura Palmer. Até então, os telespectadores estavam acostumados com histórias lineares em que o assassinato misterioso do início era resolvido no encerramento do episódio. No final da segunda temporada, Laura Palmer prometia ao agente Cooper que eles iriam voltar a ser ver em 25 anos. É exatamente o que acontece em Twin Peaks: O Retorno, que se passa 25 anos depois.

1º lugar – Breaking Bad

O último episódio da série número 1 da lista foi um dos programas de televisão mais assistidos da história da tevê a cabo norte-americana. Em 2014, entrou para o Livro dos Records como o seriado mais bem avaliado pela crítica de todos os tempos. Estamos falando de Breaking Bad. A narrativa acompanha a história do professor de química desiludido que se junta ao seu estudante mais desinteressado nas aulas e se transforma no maior fabricante de metanfetamina do mercado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio