Apple TV+ (Fonte: Reprodução)
Apple TV+ (Fonte: Reprodução)

A Apple é mais uma empresas a reduzir as taxas de bits de streaming de vídeo na Europa, juntando-se a um esforço para reduzir o congestionamento nas redes de Internet da região que ficaram com maior tráfego durante a pandemia de Coronavírus.

No início desta semana, a Netflix adotou essa postura. Depois, a Amazon e o YouTube também disseram que estavam adotando medidas para diminuir o uso da largura de banda de seus serviços em todo o continente.

Isso ocorreu a pedido das autoridades da União Européia, preocupadas com a sobrecarga das redes, pois milhões de pessoas estão em casa em meio à crise do vírus, evitando espalha-lo.

Dessa forma, a Apple está restringindo as taxas de bits de vídeo na Europa para o Apple TV+, fornecendo fluxos em resoluções mais baixas de acordo com um relatório do site de tecnologia 9to5Mac.