Akira é banido da Rússia para “proteger as crianças”

Akira não é o primeiro anime a ser proibido

Publicado em 11/07/2021 16:00
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Akira continua sendo uma das obras que mais influenciaram a Cultura Pop, no entanto o governo russo acredita que essa influência não é nada positiva. Pensando nisso, o tribunal de São Petersburgo alegou que o clássico filme de 1988 pode “prejudicar a saúde e o desenvolvimento mental das crianças”, e como consequência proibiu a obra de Katsuhiro Otomo de ser exibida em território russo.

Vale notar, que essa não é uma decisão nova afinal outras proibições de animes já haviam sido tomadas e nisso inclui-se Tokyo GhoulDeath Note e KonoSuba. Além deles, outros que já foram banidos Rússia são: Elfen LiedInterspecies ReviewersInuyashikiNarutoNekoparaPrincess LoverThat Time I Got Reincarnated As A Slime e Zombieland Saga.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, o gênero Isekai teve atenção especial, com alegações que esse tipo de conteúdo “encoraja a reencarnação”, e que “isso pode levar os jovens ao suicídio, pensando que se morrerem, irão para um mundo mágico”. Além de mostrarem cenas de violência, consumo de álcool, erotismo e outras atividades que podem prejudicar o desenvolvimento dos jovens

Akira foi originalmente criado por Katsuhiro Otomo para a Young Magazine da Kodansha em 1982. A história se passa em um mundo distópico após o fim da Terceira Guerra Mundial. Um líder de gangue conhecido como Kaneda se vê envolvido em uma operação maciça do governo quando seu melhor amigo começa a exibir poderes telecinéticos.

No Brasil, a obra é publicada pela editora JBC.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio