8 coisas que você precisa saber antes de assistir Watchmen

Publicado em 31/10/2019 20:56
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Watchmen, da HBO, está mostrando que definitivamente considera muito o mundo que Alan Moore e Dave Gibbons criaram na homônima e aclamada graphic novel. Desde as manchetes que Adrian Veidt, o Ozymandias, foi declarado morto até um vídeo do Dr. Manhattan em Marte, há muito sobre os quadrinhos que novos espectadores podem querer conhecer para compreender melhor esse universo.

Embora uma rápida observação da adaptação cinematográfica de Zack Snyder possa responder a algumas perguntas superficiais sobre o que está acontecendo, o filme não responderá a todas elas. Perguntas como: “Qual é a questão das lulas?” só encontram respostas nas HQs.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E essas próximas informações estão se mostrando cruciais para o show:

Justiça Encapuzada

Embora sua verdadeira identidade nunca tenha sido revelada, graças a uma aposentadoria precoce causada pela Lei Keene, o Justiça Encapuzada, foi o primeiro herói mascarado e um membro fundador dos Minutemen. Ele também é o único vigilante mascarado cujo destino, origem e identidade nunca foram oficialmente revelados.

Há especulações de que Rolf Muller, um homemdo circo que largou o emprego na mesma época que Justiça Encapuzada desapareceu, estava levando essa vida dupla. Mas isso nunca foi verificado. Quando seu corpo apareceu na costa de Boston, três meses depois, a maioria das pessoas apenas concordou com a especulação.

É importante notar que, nos quadrinhos, Justiça Encapuzada é um defensor nazista com tendências sadomasoquistas que provavelmente estava trabalhando com comunistas.

O plano de Veidt

Lula. Câncer. Paz mundial. Não, não é um jogo estranho de associação de palavras. Essas três coisas foram fundamentais no plano de Adrian Veidt de trazer a paz mundial.

Enquanto a guerra fria começava a esquentar mais e mais (sem trocadilhos intencionais), Adrian previu uma guerra inevitável que devastaria o planeta inteiro. Então, sendo o cara inteligente que ele é, o mais inteligente do mundo, diriam alguns (inclusive o próprio), Veidt decidiu que ele criaria uma lula gigante. É isso mesmo. Você não leu errado.

Ele literalmente levou estudiosos e artistas para uma ilha particular para traçar esse plano. Posteriormente, a liberou em uma Nova York desavisada com a ajuda de um teletransporte que ele obteve estudando as capacidades do Dr. Manhattan. Provavelmente, a única coisa sobre esse plano que realmente faz sentido é que ele se certificou de que o Dr. Manhattan não fazia ideia do que estava fazendo e que estava o mais longe possível.

Como? O fez acreditar (junto com toda uma comunidade) que ele estava causando câncer nas pessoas próximas. Assim, ele se mudou para Marte, onde se encontra na série. A morte de meia Nova York fez o mundo acreditar que estava prestes a enfrentar uma ameaça interdimensional. Dessa forma, a guerra cessou, visando se preocupar com um inimigo maior.

O diário de Rorscharch

Os fãs dos quadrinhos provavelmente não se esqueceram do diário de Rorschach. Afinal, os leitores passaram apenas uma parte significativa do tempo com os pensamentos mais profundos e, geralmente, mais sombrios da personagem. Mas o que provavelmente é tão importante quanto o que está dentro deste diário é a localização dele.

Quando a história de Moore chega à conclusão, Rorschach se encontra com o resto dos heróis mascarados que concordam, embora relutantes, em encobrir o plano horrível de Veidt. Afirmando que ele terá que ser morto para ficar calado, Rorschach permanece desafiador quando o Dr. Manhattan levanta a mão e termina sua vida.

Contudo, ele foi precavido e, antes de ir ao encontro de Veidt ao lado do Coruja, deixou o diário no New Frontiersman, um jornal de extrema direita.

Os presidentes dos Estados Unidos

Há muitas surpresas nos primeiros episódios de Watchmen da HBO, mas uma que pode parecer um pouco fora de campo para alguns espectadores pode ser quem está sentado no escritório oval.

Bem, uma das muitas coisas que mudaram depois que o Dr. Manhattan apareceu foi que o escândalo do Watergate não aconteceu. De fato, Richard Nixon permaneceu tão popular, graças à sua vitória no Vietnã, que acabou com os limites do mandato presidencial. Mas Nixon não estava exatamente em alta nas pesquisas ao final da HQ, que mencionou que o ator Robert Redford era considerado uma opção. E, aparentemente, ele está há anos no cargo quando a série começa.

A Guerra do Vietnã

Nos quadrinhos, o presidente estadunidense Richard Nixon (com a ajuda do Dr. Manhattan, obviamente) foi capaz de vencer a Guerra do Vietnã. Com essa vitória, ele pôde estender sua presidência por muito mais tempo do que qualquer presidente antes dele.

A vitória também foi responsável, como vemos na série, pela anexação do Vietnã como o 51º Estado do país, se tornando o 3º de território não contínuo dos Estados Unidos.

Dr. Manhattan matou Rorscharch

Os fãs podem ter passado boa parte dos quadrinhos entrando na cabeça de Rorschach, tentando entender a bagunça mutilada que estava em sua mente. Mas na conclusão dos quadrinhos, é tirados dos leitores a perspectiva da personagem.

Enquanto Ozymandias celebra sua vitória e o resto dos Watchmen lamentam sua parte no plano, Rorschach decidiu que não ficaria em silêncio. Embora tenha conseguido deixar seu diário em um jornal, ele não concorda em se calar.

Assim, Dr. Manhattan não vê outra opção há não ser obliterá-lo. Isso deixa bem claro que o ser mais poderoso desse universo não tem nenhuma intenção de deixar que a verdade sobre o plano de Adrian Veidt escape.

Nada nunca acaba

Adrian Veidt gastou muito tempo, dinheiro e recursos para garantir que seu plano para evitar um holocausto nuclear fosse bem-sucedido. Afinal, como ele não pôde? Se ele atingisse seu objetivo, a humanidade entraria em uma nova era de paz e unidade, certo? Os Estados Unidos e a Rússia se tornariam melhores amigos e, ao invés de guerrear entre si, se concentrariam na ameaça externa, gigantes lulas espaciais explosivas, certo?

Bem, os fãs talvez nunca saibam como as coisas se desenrolaram depois dos eventos dos quadrinhos. Mas na adaptação da HBO, pelo menos, as coisas não parecem ter corrido conforme o planejado.

Em uma conversa final entre Veidt e Dr. Manhattan nas HQs, o próprio Ozymandias se mostra preocupado em “ter feito a coisa certa”. Independente do plano ter funcionado na graphic novel, o Dr. Manhattan ainda deixa algo bem claro: “nada nunca acaba”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio