Teaser de Star Trek: Picard mostra o retorno de Sete de Nove (Fonte: Reprodução)
Sete de Nove (Fonte: Reprodução)

Star Trek sempre esteve na vanguarda da diversificação ao longo das décadas. A série Original apresentou um dos famosos primeiros beijos inter-raciais da TV, por exemplo. Devido a regras e restrições de rede, no entanto, a franquia historicamente não conseguiu dar os passos que queria para uma melhor representação LGBTQ. Notavelmente, Sete de Nove era destinado a ser gay em Star Trek: Voyager, mas os produtores não tiveram sucesso em fazer isso acontecer. Agora em 2020, no entanto, o último episódio de Star Trek: Picard finalmente colocou conseguiu realizar esse feito.

Jeri Ryan retornou ao universo de Star Trek no episódio Absolute Candor, mas no episódio dessa semana, Stardust City Rag, a personagem assumiu um papel muito maior. Aprendemos tudo sobre as trágicas reviravoltas que sua vida tomou desde o fim de Voyager, incluindo seu passado com o grupo de vigilantes do Fenris Rangers e sua traição pelas mãos do ex-aliada que virou inimiga Bjayzl. Essa traição foi mais difícil devido à proximidade do relacionamento de Sete e Bjayzl. A natureza disso não é explicitada no diálogo, mas é muito claro que a relação era íntima. Isso aparentemente confirma que ela é gay, afinal.

Na trama, Sir Patrick Stewart está de volta para interpretar seu icônico personagem do universo Star Trek. A história acompanhar a trajetória de Picard 20 anos depois de The Next Generation.

A primeira temporada está sendo exibida, disponível no Brasil pela Amazon Prime Video.