Asami e Korra em A Lenda de Korra (Fonte: Reprodução)
Asami e Korra em A Lenda de Korra (Fonte: Reprodução)

O novo capítulo da saga de A Lenda de Korra deu aos fãs do casal Korra e Asami um momento pelo qual eles estavam ansiosos. Trata-se de A Lenda de Korra: Ruínas do Império: Parte Um, histórias em quadrinhos de Michael Dante DiMartino e Michelle Wong.

Certamente, o público da animação que sucede Avatar: O Último Mestre do Ar, lembra como a série terminou. Korra e Asami caminham de mãos dadas para o Mundo Espiritual. Os criadores do programa, Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko, confirmaram mais tarde que o final pretendia mostrar que Korra e Asami assumiram um relacionamento romântico.

Enquanto os fãs LGBT estavam felizes em ter esse relacionamento canonizado, alguns se sentiram enganados. Acontece que isso só foi explicitado na cena final do show, sem nenhum tipo de foreshadowing. A primeira revista em quadrinhos, A Lenda de Korra: Guerras Territoriais, revelou mais sobre seu relacionamento.

O primeiro beijo do casal aconteceu. Ainda assim, alguns fãs sentiram que foi apressado, e queriam passar mais tempo com Korra e Asami como um casal, ao invés de ver aventuras com companheiros. Mas a primeira parte da nova HQ oferece isso de uma maneira interessante.

Spoilers da HQ!

Ruínas do Império lida com as consequências de alguns grandes eventos da animação. Durante a série, houve um golpe no Reino da Terra que levou à ascensão da líder militar Kuvira. As forças de Kuvira ameaçaram a Cidade República. Hiroshi Sato, pai de Asami, deu sua vida para ajudar Korra e seus aliados a derrotar Kuvira. Então, Kuvira acabou sendo presa.

Mas os remanescentes das forças de Kuvira sobreviveram e, em Ruínas do Império, estão se juntando para travar uma guerra novamente. Dizem que Kuvira se reformou depois de sua derrota. Assim, Korra teve a ideia de conversar com ela e ver se ela poderia ajudar a convencer seus antigos seguidores.

O resto da Equipe Avatar fica contra a ideia. Mas Korra decide seguir em frente de qualquer maneira. Isso atinge especialmente Asami, com a perda de seu pai ainda fresca em sua mente. Há alguma tensão entre ela e Korra, mas isso fica na página com uma conversa entre elas.

“Kuvira levou meu pai de mim”, diz Asami. “Eu não precisava ser lembrada de todas as outras coisas horríveis que ela fez”.

“Está tudo bem”, Korra responde. “Eu vou falar com ela sozinha”.

“Obrigada pela compreensão”, diz Asami. Ela então deseja boa sorte a Korra e lhe dá um beijo.

É uma cena pequena e única. Mas é basicamente a primeira vez que os fãs do desenho podem ver como Korra e Asami interagem como um casal. Também é um momento muito raro de intimidade romântica para um casal LGBT em uma revista em quadrinhos.