Pokémon ganha versão adulta e sangrenta; assista ao futuro de Ash após a morte de Pikachu

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Adi Shankar tem uma longa história de pegar nossas franquias favoritas de infância e colocá-las em contextos mais adultos. Antes de sua contratação na série Castlevania, da Netflix, Shankar fez seu nome com curtas que reimaginavam, por exemplo, os Power Rangers como ex-crianças soldados.

Agora, o cineasta se aventurou na franquia Pokémon. Desde a sua criação no final dos anos 90, a franquia de mídia popular recebeu algumas críticas por sua representação violenta das criaturas super-poderosas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Originalmente, os Pokémon não serviam a nenhum propósito que não fosse serem capturados para lutar uns contra os outros. O anime fez um ótimo trabalho de explorar ainda mais como as pequenas criaturas afetaram o dia a dia dos humanos, estabelecendo seu papel como parceiros e amigos dos treinadores. Mas que ainda os usariam para a batalha.

Um passo adiante nesse quesito foi dado no filme Detetive Pikachu, ambientado em uma cidade que proibiu a luta contra as criaturas, o que, claro, resultou em batalhas de Pokémon clandestinas.

O mais recente projeto de Shankar pega essa ideia e a eleva ao máximo. Examinando o mundo de Ash Ketchum após a morte de Pikachu, o desenho mostra um universo cruelmente sangrento. As batalhas apresentadas são muito pavorosas para descrever em detalhes. Mas tudo faz parte do plano maior de Ash de libertar todos os monstros de seus treinadores opressivos. Confira o vídeo abaixo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio