George RR Martin (Fonte: Getty Images)
George RR Martin (Fonte: Getty Images)

Certamente, estamos mais acostumados a ver George RR Martin falar sobre Game of Thrones. Mas o autor de As Crônicas de Gelo e Fogo também é fã de outros universos. Além da óbvia inspiração em O Senhor dos Anéis, de J RR Tolkien, Martin cresceu lendo histórias em quadrinhos da Marvel.

Assim sendo, ele não poderia deixar de comentar o já recordista Vingadores: Ultimato. Inclusive, vale lembrar que o longa pode ajudar a explicar um pouco da série baseada em sua obra. Martin comentou o MCU com a perspectiva que somente um escritor teria.

Stan Lee teria ficado orgulhoso. Poderia ele ter sonhado que todos aqueles personagens que ele, Jack Kirby, Steve Ditko e o resto da equipe da Marvel criaram no começo dos anos 60, um dia dominariam a cultura global? Eis uma história incrível para você”, disse o autor.

Além disso, Martin ainda falou sobre um dos “heróis” mais subestimados do filme. Um rato é o responsável por salvar Scott Lang, o Homem-Formiga, do Reino Quântico. Muitos apontam que essa é uma referência ao Mickey Mouse, dando a entender que a Disney é a grande responsável por salvar a Marvel.

“Ah, e um viva para o rato”, completou o escritor. “O herói não reconhecido. Eles deveriam fazer dele um Vingador honorário”.