George RR Martin (Fonte: Divulgação)
George RR Martin (Fonte: Divulgação)

Game of Thrones está chegando ao final. Pelo menos na televisão. Contudo, o enredo parece estar decepcionando os fãs. Há também a discussão de que o programa pode estar sofrendo de não poder mais beber direto da fonte, os inacabados romance de George RR Martin.

Além disso, o próprio autor foi ficando muito menos envolvido com a série. Em uma entrevista para o 60 Minutes, Martin explicou que sua participação na temporada final foi limitada a “vários dias de conferências de histórias que acontecem na minha casa em Santa Fé, Novo México”.

Alguns arcos divergiram dos livros, e o autor tem falado mais abertamente sobre o assunto recentemente. “É claro que você tem uma reação emocional. Quero dizer, eu preferiria que eles fizessem exatamente da maneira que eu fiz? Certo”, revelou Martin para a Rolling Stone.

“Também pode ser … traumático. Porque às vezes a visão criativa deles e a sua visão criativa não combinam, e você obtém as famosas diferenças criativas. Isso leva a muitos conflitos”, disse Martin para a Fast Company.

Segundo o site britânico Expresse, Martin revelou que uma de suas maiores frustrações com o estúdio ou emissora é que “elas têm algo em particular que não tem nada a ver com a história. Mas se relaciona com ‘Bem, esse personagem tem uma popularidade muito alta. Então vamos dar a ele muito mais coisas para fazer'”.

O autor já havia dito anteriormente que gostaria que o programa tivesse mais séries, para dar a todas as suas histórias complexas espaço. Em vez disso, a equipe da HBO removeu completamente algumas personagens ou redesenhou histórias.

“A série não foi completamente fiel. Caso contrário, teria que ter mais cinco temporadas”. Na nova entrevista, ele acrescentou: “Você sabe, é complexo. Estou um pouco triste, na verdade. Gostaria que tivéssemos mais algumas temporadas”.

O final dos livros

Martin discutiu os principais pontos do final com David Benioff e D.B. Weiss há muitos anos. Ambos os lados disseram que estes permanecerão em vigor. Mas o autor admite que haverá algumas variações. “Em certos personagens secundários pode haver grandes diferenças”, disse. Isso não contradiz o que já havia dito anteriormente sobre as diferenças do final da série e dos livros.

O escritor ainda admitiu que as diferenças podem ser, de fato, culpa dele. “Alguns dos desvios, é claro, é porque eu tenho sido tão lento com esses livros. Eu realmente deveria ter terminado essa coisa há quatro anos. E se eu tivesse, talvez estivesse contando uma história diferente aqui”.