Sem querer querendo, chefe da Netflix fala sobre spin-offs de Stranger Things

Executivo da plataforma, Ted Sarandos disse que a série sobrenatural é "uma franquia que está nascendo"

Publicado em 28/09/2021 15:00
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Diretor de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos deixou escapar a ideia de um projeto ainda não oficializado pela gigante do streaming, que é produzir spin-offs de Stranger Things (isso mesmo, no plural). O descuido do executivo foi durante uma conferência na qual ele prometeu ser mais transparente em relação às atrações da plataforma.

Nesse mesmo evento, chamado de Code Conference, Ted Sarandos revelou números de audiência inéditos, medidos de duas formas: contas alcançadas e número de horas assistidas. A terceira temporada de Stranger Things, lançada há mais de dois anos, aparece bem nos dois rankings. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mas ela está melhor na lista de horas assistidas, que de acordo com Sarandos é a métrica mais importante, pois evidencia um engajamento do público. No caso, Stranger Things (terceira temporada) é a terceira série com mais horas assistidas da história da Netflix, atrás apenas de La Casa de Papel (parte quatro) e Bridgerton, a líder (primeira temporada).

Spin-offs de Stranger Things

Na Code Conference, realizada na última segunda-feira (27) em Beverly Hills (EUA), Ted Sarandos discorria sobre os sucessos recentes da Netflix e, durante referência a Stranger Things, soltou que a série “é uma franquia que está nascendo“, indicando ainda a possibilidade de “spin-offs.”

Em 2016, Stranger Things estreou toda modesta na Netflix, sem muito oba-oba. Porém, logo a série conquistou um público cativo em todo o mundo e virou um hit. Se tem uma produção da Netflix com porte para criar todo um universo é essa.

Logicamente, a personagem de Stranger Things capaz de carregar uma série sozinha é a Eleven, interpretada por Millie Bobby Brown. Em cinco anos, ela viu o salário crescer mais de 12 vezes, recebeu duas indicações ao Emmy, fechou um acordo com a Netflix e acredita-se que é a atriz mirim mais bem paga de Hollywood.

Como Ted Sarandos falou “spin-offs“, uma série (ou filme) continuando a história de Eleven após o término de Stranger Things seria só mais um projeto. Há chances reais de fazer uma atração que narre eventos anteriores ao da trama mãe, por exemplo. 

O executivo está certo em pensar no drama sobrenatural como uma franquia, pois sobra potencial para emplacar sucessos atrás de sucessos devido à extensa e coesa base de fãs que Stranger Things possui.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio