Netflix pretende vacinar toda sua produção no Reino Unido

Netflix está considerando a obrigatoriedade de vacinação para o elenco e a equipe principal em todas as suas produções no Reino Unido.

Publicado em 30/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os casos de Covid tem aumentado nas produções de séries, fazendo com muitas entrem em pausa devido aos casos internos que afetam diretamente o seu elenco.

Pensando nisso, a Netflix deverá se aproveitar de uma regra introduzida na última quarta (28) nos EUA, que obriga que todos os profissionais que trabalham na Zona A, sejam vacinados. Esta chamada Zona, é onde estão os atores e todos aqueles próximos a eles.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A política dos EUA foi acordada pelos sindicatos de Hollywood e grandes estúdios na semana passada e dá aos produtores “a opção de implementar políticas de vacinação obrigatória para elenco e equipe na Zona A em uma base de produção por produção”.

Desta forma, a empresa de streaming pretende estender esta regra para o Reino Unido. Só que isto não é tão simples quanto parece. Nos EUA, a Netflix considerará exceções à regra da vacina, embora sejam raras e limitadas a razões médicas, religiosas ou de idade e, possivelmente, em alguns casos, para séries e filmes que já estão em produção.

Além disso, a empresa poderá se envolver com sindicatos fora dos EUA para implementar a política. Outro fator que a Netflix levará em consideração são as taxas de vacinação em diferentes países. Há uma alta taxa de vacinação no Reino Unido, onde 37,6 milhões de pessoas estão sendo vacinadas duas vezes.

A Grã-Bretanha é o maior território de produção da Netflix fora da América, com o streamer gastando US $ 1 bilhão em filmagens no ano passado. Programas como The Crown, The Witcher e Sex Education são produzidos no Reino Unido.

A notícia do mandato da vacina chega depois que as produções da Netflix, Bridgerton e Matilda, sofreram surtos de Covid nas últimas semanas. Ambos foram forçados a interromper as filmagens em meio à ascensão da variante Delta no Reino Unido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio