Falcão e o Soldado Invernal quase teve referência a Donald Trump; entenda

A cena em questão é quando Sam assume o manto do Capitão América

Falcão e o Soldado Invernal
Publicidade

O ator Anthony Mackie, de Falcão e o Soldado Invernal, participou do evento Disney’s Drive-In FYC, em que comentou que no final da série, uma cena fazendo referência a Donald Trump, foi cortada.

Ele disse que sugeriu que seu personagem Sam Wilson comentasse sobre o slogan da campanha do ex-presidente: ‘Make America Great Again’.

“Uma coisa que eu queria colocar no final do monólogo – e foi rejeitado – era se vamos ‘tornar a América ótima novamente’, isso tem que ser feito pelos americanos. Não importa qual seja sua raça, credo, cor ou sexualidade, você é um americano. E é isso que eu acho que o novo Capitão América captura”, falou o artista.

Continua depois da publicidade

A fala, no entanto, não foi para a versão final da cena, que é quando o personagem assume o manto do Capitão América.

Falcão e o Soldado Invernal

Falcão
Falcão (Disney+)

Com Anthony Mackie e Sebastian Stan retornando aos papéis de Sam Wilson e Bucky Barnes, respectivamente, a série verá também a volta de Emily VanCamp como Sharon Carter e Daniel Bruhl como Barão Zemo. Wyatt Russell viverá John Walker, fazendo a estreia do Agente Americano no Universo CInematográfico Marvel.

A estreia da série deveria ter acontecido em agosto de 2020, mas a pandemia do Coronavírus (COVID-19) impediu que a Marvel Studios terminasse as gravações do que seria a primeira série do MCU.

The Falcon and the Winter Soldier está sendo lançada semanalmente às sextas-feiras na Disney+, que você pode assinar clicando no banner abaixo:

Publicidade
© 2022 Observatório de Séries | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade