Bulletproof é cancelada após alegações de má conduta sexual contra Noel Clarke

Clarke teve mais de 20 alegações contra seu nome

Publicado em 21/05/2021 10:51
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A série Bulletproof, da CW, foi cancelado pela empresa Sky após alegações de má conduta sexual contra o criador do programa e estrela Noel Clarke.

As filmagens já haviam sido suspensas na quarta temporada após a exposição explosiva publicada pelo The Guardian no mês passado, depois que 20 mulheres que trabalharam com Clarke compartilharam histórias de suposto assédio sexual e comportamento inadequado do ator no set. Clarke negou com veemência qualquer conduta sexual imprópria ou delito criminal.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A CW retirou Bulletproof de seus serviços de streaming apenas um dia depois que as alegações vieram à tona em 30 de abril. Enquanto isso, a Sky continuou a explorar maneiras de continuar o drama britânico, incluindo potencialmente a reformulação do personagem de Clarke, Aaron Bishop. No entanto, um porta-voz da Sky agora confirmou que a emissora “… não irá prosseguir com nenhuma outra sériede Bulletproof”.

De acordo com a Variety, a decisão da Sky foi tomada com base nas conclusões de uma investigação interna da produtora Vertigo Films sobre a série. No mês passado, a All3Media suspendeu Clarke e seu parceiro de negócios Jason Maza enquanto uma investigação sobre Unstoppable estava em andamento.

O drama policial amigo estreou no Sky One em 2018 e mais tarde foi escolhido pela CW. Ele gira em torno dos detetives da National Crime Agency Bishop (Clarke) e Ronnie Pike Jr. enquanto investigam alguns dos criminosos mais perigosos do Reino Unido, incluindo traficantes, traficantes de drogas e ladrões armados. Uma quarta temporada de oito episódios foi lançada em janeiro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio