Vingadores: Ultimato (Fonte: Reprodução)
Vingadores: Ultimato (Fonte: Reprodução)

Depois de não ter recebido nada extremamente importante para fazer durante suas cinco aparições até hoje no Universo Cinematográfico Marvel, todas as evidências apontam para que a Feiticeira Escarlate de Elizabeth Olsen se torne uma das personagens mais importantes da franquia na Fase 4 e além.

Não só ela será a co-atração principal da série Disney+, WandaVision, como também o show terá implicações enormes para Doctor Strange in the Multiverse of Madness, onde Olsen estrelará ao lado de Benedict Cumberbatch.

Kevin Feige também mudou de ideia recentemente e nomeou Wanda Maximoff como o super-herói mais poderoso do MCU, ganhando da Capitã Marvel de Brie Larson, até então dita como a mais poderosa pelo chefe da Marvel Studios. E parece que ele não está fazendo essas declaração sem motivo!

Nós já sabemos que as habilidades de manipulação da realidade da personagem agirão como a força motriz por trás do enredo de WandaVision, construindo poderes que não vimos no MCU desde sua primeira aparição em Vingadores: Era de Ultron.

Agora, segundo o We Got This Covered, ela poderia acabar perdendo o controle da realidade e finalmente se tornar a vilã de Doutor Strange in the Multiverse of Madness. Fontes próximas ao site dizem que tanto WandaVision quanto o filme do Doutor Estranho serão usados para ajudar a estabelecer a virada de Wanda para o lado sombrio.

Isso, é claro, não viria gratuitamente, com Feige supostamente preparando o cenário para implantar a versão do MCU do arco dos quadrinhos da Dinastia M. Aparentemente, o plano é adaptar o arco, mas, nessa versão, Wanda acabará com todos que não são mutantes.

Obviamente, sabe-se que o MCU joga rápido quando se trata de trazer narrativas famosas dos quadrinhos para a tela grande, e parece que eles vão tomar algumas liberdades com a trama original quando a adaptarem.