Disney+ (Fonte: Reprodução - Disney)
Disney+ (Fonte: Reprodução - Disney)

A Disney anunciou nesta quinta-feira (10) diversos de seus planos para o futuro em um evento online. O The Walt Disney Company’s Investor Day 2020 focou nos serviços de streaming da empresa, o Disney+, o Hulu e os novos Star e Star+, revelando diversos projetos de suas franquias (Pixar, Marvel Studios, Lucasfilm, National Geographic, FX, 20th Century e mais). Foram mais de 50 títulos, entre filmes e programas anunciados.

A estratégia recém-criada da empresa, que se concentra fortemente em seu serviço de streaming Disney+, tem tudo a ver com “qualidade, não quantidade“, disse o presidente da plataforma e ex-CEO da Disney, Bob Iger. Iger, que deixou o comando da empresa há nove meses para se concentrar no conteúdo da DIsney+, disse que “qualidade tem valor”.

Durante a apresentação do Dia do Investidor, a Disney ofereceu uma visão e atualizações sobre suas plataformas, bem como seu plano para lançamentos no cinema. A empresa também aumentou as estimativas para seu número de assinantes Disney+, anunciou um maior investimento em conteúdo original e reiterou que será lucrativo em 2024.

Por causa dessas adições de conteúdo, que você pode conferir mais abaixo, a empresa disse que agora espera ver entre 230 milhões a 260 milhões de assinantes da Disney+ até 2024, quando pretende atingir a lucratividade no ano fiscal, após atingir o que espera ser o pico de perdas em 2021.

Além disso, a Disney planeja aumentar o custo do serviço para US $ 7,99, um aumento de US $ 1. O que isso significa para o Brasil, ainda não é certo, mas certamente foram anunciadas novidades para a América Latina.

Hulu

Após o sucesso de filmes como Palm Springs, Run e Bad Hair, a Disney usará o 20th Century Studios e o Searchlight para criar filmes originais exclusivamente para o Hulu. O streamer é majoritariamente da Disney, apesar de gigantes, como a Warner Bros., terem participação.

A plataforma também receberá um programa chamado Only Murders in the Building, estrelado por Steve Martin, Martin Short e Selena Gomez, bem como The Dropout, um programa sobre Elizabeth Holmes estrelado por Kate McKinnon. Há também uma série limitada chamada Dopesick com Michael Keaton, Rosario Dawson e Peter Sarsgaard.

David E. Kelley, está encabeçando um show chamado Nine Perfect Strangers para o Hulu que será estrelado por Nicole Kidman, Melissa McCarthy e Regina Hall. A série é baseada no livro homônimo de Liane Moriarty, cuja obra também inspirou o sucesso da HBO.

A família Kardashian, que está encerrando o reality show Keeping Up with the Kardashians em 2021 após a 20ª temporada, estará chegando à plataforma também. Kris, Kim, Kourtney, Khloe, Kendall e Kylie criarão conteúdo global que será transmitido exclusivamente no Hulu. Espera-se que esse conteúdo seja lançado no final de 2021.

Ainda, The Handmaid’s Tale foi renovada para uma 5ª temporada antes mesmo da estreia de seu quarto ano. A série é distribuída pela Globoplay no Brasil, mas isso pode mudar graças ao anúncio de uma nova plataforma de streaming, a Star.

A Disney disse que espera que o Hulu tenha entre 50 milhões e 60 milhões de assinantes até o final do ano fiscal de 2024, prevendo que o Hulu se tornará lucrativo no ano fiscal de 2023.

Star

A Disney anunciou uma nova plataforma de streaming chamada Star, que apresentará conteúdo da ABC, FX e 20th Century Studios. Em alguns mercados, como Europa, Canadá, Cingapura, Austrália e Nova Zelândia, a Star será apresentada aos clientes como um novo hub dentro da Disney+ a partir de 20 de fevereiro de 2021.

Na América Latina, a Star será um serviço de streaming independente e oferecido sob a marca “Star+”. O serviço será lançado lá em junho de 2021 e contará com filmes e programas de televisão de entretenimento em geral, bem como uma programação de esportes ao vivo (graças à ESPN).

FX

O canal FX, agora sob sua nova tutela, lançará seu conteúdo no Hulu nos Estados Unidos e no Star/Star+ internacionalmente. Além de prometer continuar com suas séries de sucesso, a emissora revelou ter renovado It’s Always Sunny in Philadelphia por mais quatro temporadas, totalizando 18 temporadas para o show até então.

Novos programas foram anunciados para ajudar a preencher os streamings da Disney, como uma releitura de Shogun. Entre as novidades, The Old Man será estrelado por Jeff Bridges como um ex-agente da CIA, enquanto Diane Lane protagonizará Y: The Last Man.

A FX também anunciou uma série da franquia Alien, que foi descrita como “a primeira história de Alien ambientada na Terra”, e irá misturar o terror atemporal do filme original de 1979, de Ridley Scott, e a ação ininterrupta do segundo filme dirigido por James Cameron, 1986.

Disney+

Disney+ (Fonte: Reprodução)

A Disney+ agora tem 86,8 milhões de assinantes, como a Disney revelou durante o Dia do Investidor desse ano. Isso é acima dos 73 milhões que a empresa relatou no final de seu quarto trimestre fiscal.

Kareem Daniel, chefe do grupo de distribuição de novas mídias e entretenimento da empresa, revelou que Disney+ se tornará o lar de 10 séries Marvel, 10 séries Star Wars, 15 séries entre animações da Disney e Pixar e live-action da Disney.

Falando em live-action, a Disney anunciou The Mighty Ducks: Game Changers, que verá a franquia Nós Somos os Campeões ganhar uma equipe totalmente nova para uma nova geração de fãs quando a série for lançada em 2021.

The Beauty and the Beast: Prequel Series, show ainda sem nome oficial mostrará mais da história de Gaston e LeFou, funcionando como uma prequel para a adaptação live-action de A Bela e a Fera.

Swiss Family Robinson, um clássico adaptado já diversas vezes anteriormente, ganhará uma série dramática reboot. Percy Jackson and the Olympians será uma série dramática baseada nos livros da franquia.

Turner & Hooch será estrelada por Josh Peck e é inspirada no clássico filme Uma Dupla Quase Perfeita. Big Shot apresentará John Stamos como treinador de um jovem time de basquete feminino. The Mysterious Benedict Society contará com Tony Hale e é inspirada na série homônima de livros.

Pixar

O estúdio foi mais conceitual e, apesar de focar mais no cinema, teve grandes novidades para o mundo de séries. A Pixar Popcorn, por exemplo, estreia na Disney+ em janeiro de 2021, e são micro-histórias de personagens conhecidos da Pixar.

Dug, o cachorro falante de Up: Altas Aventuras, começa seu dia sob os holofotes em Dug Days, esta nova série de curtas que mostra Dug vivendo sua vida com Carl Fredrickson.

Relâmpago McQueen e Mate estão de volta em sua própria série de viagens! Cada episódio de Cars apresenta um novo destino com novas personagens e velhos amigos.

Mas a atenção realmente foi para a primeira série animada original da Pixar. Win or Lose conta a história de uma equipe mista de softball do ensino fundamental durante a semana que antecedeu um jogo de campeonato, com cada episódio do ponto de vista de uma personagem diferente.

Lucasfilm

Dave Filoni e Jon Favreau, os mentores por trás de The Mandalorian, estão co-produzindo duas séries spin-off da série do Baby Yoda. Sem muitos detalhes, foram apresentados os logos de Rangers of the New Republic e Ahsoka.

Ahsoka seguirá a personagem Ahsoka Tano em sua versão live-action, apresentada recentemente na 2ª temporada da série na interpretação de Rosario Dawson.

Como anunciado anteriormente, Andor chegará ao catálogo da Disney+ em 2022. O show de 12 episódios segue K-2SO e Cassian Andor (Diego Luna), de Rogue One: Uma História Star Wars. Chamado de thriller de espionagem, o spin-off ganhou um teaser de bastidores.

O show Obi-Wan Kenobi, dirigido por Deborah Chow, se passará 10 anos após os eventos de A Vingança dos Sith. Kathleen Kennedy, chefe da Lucasfilm, anunciou que Hayden Christensen vai repetir seu papel como Darth Vader ao lado de Ewan McGregor no papel-título.

Lando, uma série que segue Lando Calrissian, também foi anunciada, assim como uma série chamada The Acolyte, que se passará durante os dias finais da Alta República, sendo descrito como um “thriller de mistério”. A Droid Story apresentará aos fãs um novo herói guiado por R2-D2 e C-3PO.

Star Wars: The Bad Batch, spin-off da série animada The Clone Wars, ganhou seu primeiro trailer. Star Wars: Visions será uma série de curtas-metragens animados que celebra a galáxia de Star Wars através dos olhos dos melhores criadores de anime japoneses do mundo e estreia em 2021.

Fora do universo Star Wars, a Lucasfilm também está criando uma série baseada no filme de Jim Henson, Willow: Na Terra da Magia. Willow será estrelado por Warwick Davis.

Marvel

WandaVision ganhou um novo trailer, provocando mais do que veremos sobre esse “estranho casal” no catálogo da Disney+, com a primeira série da Marvel Studios a estrear na plataforma de video on demand.

Anteriormente marcada para ser a estreia do Universo Cinematográfico Marvel na Disney+, The Falcon and the Winter Soldier também ganhou um novo trailer no evento, além de confirmar sua estreia para 19 de março de 2021.

Loki não ficou de fora, e também recebeu um novo trailer. Foi anunciado que a série estreará em maio na Disney+.

What If…? é a primeira série animada do Marvel Studios, com muitas estrelas do MCU reprisando seus papéis dos filmes live-action. A série vai estrear na Disney+ no verão (inverno daqui) de 2021.

Ms. Marvel, que vai estrear na Disney+ no final de 2021, seguirá uma adolescente descobrindo quem ela é. Kamala Khan, protagonista da série, participará do segundo filme da Capitã Marvel. Teyonah Parris, que viverá Monica Rambeau em WandaVision, também foi confirmada no filme.

Kevin Feige também reforçou as séries Hawkeye, She-Hulk e Moon Knight, anteriormente anunciadas, sem confirmar mais do que seus desenvolvimentos e a participação de Hailee Steinfeld como Kate Bishop na série do Gavião Arqueiro.

E não foram só novidades sobre suas séries já anunciadas que fizeram a parte da Marvel no evento. O estúdio anunciou uma adaptação live-action das sagas Secret Invansion, com Samuel L. Jackson e Ben Meldensohn, e Armor Wars, com Don Cheadle.

A série Iron Heart também foi confirmada, mas sem muito mais detalhes, assim como uma série animada de curtas chamada I Am Groot, mostrando as aventuras da versão baby do Guardião da Galáxia.