Na
Na "Guerra dos Streamings", HBO Max chega assustando a Netflix (Fonte: Reprodução)

As ações da Netflix caíram 3,0% na tarde desta terça-feira (27), enquanto a gigante do streaming estendia a retração que parece ter sido alimentada pelo crescente otimismo sobre o alívio das restrições do lockdown relacionadas ao Coronavírus (COVID-19). É o sexto dia seguido que a empresa vê suas ações caírem, uma marca que não ocorria há 10 meses.

O declínio ocorre um dia antes do lançamento da rival HBO Max, novo serviço de streaming ainda não disponível no Brasil. Enquanto as ações da Netflix caem, as ações da AT&T, que lançou nesta quarta-feira (27) o novo streaming, subiram 3,7%.

Antes da série de quedas recentes, as ações haviam se beneficiado com as medidas de isolamento social relacionadas à pandemia, já que os fechamentos de salas de cinema ajudavam a aumentar o interesse nos serviços de streaming.

O analista de benchmark Matthew Harrigan, que avalia a venda pela Netflix, disse na semana passada que estava preocupado com o fato de as ações estarem vulneráveis ​​às rotações dos nomes de refúgios seguros da COVID-19.