Anya Taylor Joy como Elizabeth Harmon em O Gambito da Rainha (Fonte: Reprodução - Netflix)
Anya Taylor Joy como Elizabeth Harmon em O Gambito da Rainha (Fonte: Reprodução - Netflix)

O Gambito da Rainha explora a temática do mundo do xadrez, trazendo diversas nuances e coisas específicas do cenário. É interessante de ver a construção de todo o enredo da personagem, mesmo que no fim tenhamos apenas sete episódios para desfrutar.

Porém, assim como o trabalho protagonizado por Anna Taylor-Joy, diversos outros seriados abordam diferentes temáticas, em aspectos alternativos. Abaixo você pode conferir algumas séries que trazem temáticas específicas de universos distintos. (Via menshealth)

Mad Men

Mad Men Fonte Bleeding Cool
Mad Men Fonte Bleeding Cool

Colecionando mais de 20 prêmios ao longo de suas sete temporadas. Aclamada pela crítica especializada, dada sua fidelização histórica e estética, Mad Men mostra a vida em uma agência de publicidade em Nova York em meados 1960.

Ao longo da trama vemos protagonista Don Draper (Jon Hamm) passando por diversos problemas, tudo afim de permanecer no topo.

The Deuce

The Deuce Fonte Finale Podcast
The Deuce Fonte Finale Podcast

Trazendo James Franco e Maggie Gyllenhaal em seu elenco, The Deuce, série da HBO, traz a história da emergente crescência da pornografia nos EUA. Assim como O Gambito da rainha, o seriado de três temporadas recria todo os anos 70 e 80.

Além disso, a história aborda a legalização e subsequente ascensão da indústria pornográfica.

Marvelous Mrs. Maisel

Rachel Brosnahan como Miriam "Midge" Maisel em The Marvelous Mrs. Maisel (Fonte: Reprodução)
Rachel Brosnahan como Miriam “Midge” Maisel em The Marvelous Mrs. Maisel (Fonte: Reprodução)

Assim como na trama do Gambito da Rainha, Marvelous Mrs. Maisel traz uma situação do século passado, onde uma mulher adentra num cenário dominado por homens.

Porém diferente do Xadrez, Miriam Maisel (Rachel Brosnahan) atua no stand up, virando destaque com o tempo. A série logo em seu primeiro ano garantiu um Emmy para protagonista.

Euphoria

Euphoria (Fonte: Reprodução)
Euphoria (Fonte: Reprodução)

Trazendo mais uma ganhadora do Emmy, Zendaya, uma das atrizes de mais renome nos últimos anos. A jovem é uma dos diversos protagonistas que Euphoria traz.

Exclusiva da HBO, e com uma temática mais atual, Euphoria apresenta um enredo onde jovens lidam com situações relacionadas a idade, como sexo, drogas e amizades e ensino médio.

Boneca Russa

Natasha Lyonne como Nadia em Boneca Russa (Fonte: Reprodução)
Natasha Lyonne como Nadia em Boneca Russa (Fonte: Reprodução)

A série de comédia dramática da Netflix apresenta ao espectador, Nadia (Natasha Lyonne), uma mulher que durante seu aniversário de 36 anos falece, porém a situação se torna inusitada quando a mesma acaba retornando ao mesmo dia várias vezes.

Afim de descobrir a verdade ela vai a fundo na história, chegando a um ponto de questionar sua sanidade mental. É possível se afirmar que a série é uma das melhores presente no serviço de streaming da Netflix.

Show Me A Hero

Show Me A Hero Fonte Los Angeles Time
Show Me A Hero Fonte Los Angeles Time

Mais uma série da HBO na área! Protagonizado por Oscar isaac, a série apresenta ao público a trama de jovem prefeito de Yonkers, no qual tem de lidar com uma ordem judicial de construir casas para pessoas de baixa renda num bairro de brancos de classe média.

A situação ambientada no final dos anos 80, e baseada em fatos reais. Como deve imaginar, toma proporções enormes, com direito a ameaças de morte.

Godless

Godless (Fonte: Reprodução)
Godless (Fonte: Reprodução)

Se o gênero de Faroeste e a temática de poder feminino te atrai, Godless é uma boa recomendação no qual une ambos os gêneros.

Frank Griffin (Jeff Daniels) é um fora-da-lei que aterroriza a cidade do Novo México à procura de seu antigo parceiro, Roy Goode (Jack O’Connell) que sabotou seus planos. Enquanto Roy se esconde, Frank encontra uma cidade de La Belle, cuja população é praticamente formada por mulheres.

Brockmire

Brockmire Fonte Los Angeles Times
Brockmire Fonte Los Angeles Times

Considerada como uma das melhores séries de comédia da década, ao longo de suas quatro temporadas somos apresentados à Jim Brockmire (Hank Azaria), famoso locutor esportivo.

Porém, a série se desenrola após o mesmo ter sido demitido por revelar a traição de sua esposa ao vivo. Após o surto ele acaba sendo mandado para a reabilitação. Quando retorna a sociedade ele é encontra serviço numa liga secundária.

11.22.63

11.22.36 Fonte Reprodução
11.22.36 Fonte Reprodução

Baseado na obra de Stephen King que leva o mesmo nome, 11.22.63 traz uma história de viagem no tempo. Uma das situações inusitadas em questão é dos protagonistas tentarem impedir o assassinato de JFK.

Algo que vale a pena se destacar, e de se surpreender é o fato do mestre do terror ter escrito uma história fora do eixo no qual estamos habituados a vê-lo, se provando versátil.

Saturday Night Light

Saturday Night Light Imagem: Divulgação
Saturday Night Light Imagem: Divulgação

Qualquer lista que se preze falando de esportes, é necessário que se inclua Friday Night Lights entre seus principais nomes. Protagonizado por Kyle Chandler, o rapaz tem de lidar com a perda de seu principal jogador às vésperas do início da temporada.

Ao longo de seus cinco anos de duração, o seriado busca abordar muitas questões enfrentadas pela cultura americana contemporânea, incluindo valores familiares, financiamento escolar, racismo, drogas, aborto e falta de oportunidades econômicas.