Chefe da CW declara que pediu mudanças no piloto de Meninas Superpoderosas porque “parecia exagerado”

Série teve pedido para reescrever o piloto

Publicado em 25/05/2021 15:36
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A adaptação live-action de As Meninas Super Poderosas foi um dos pilotos mais esperados deste ano, com Diablo Cody co-escrevendo e Greg Berlanti a bordo como produtor executivo. Mas a CW anunciou recentemente que o projeto estava sendo enviado de volta para ser refeito.

“A razão de fazermos pilotos é que às vezes faltam coisas”, explicou o presidente e CEO da CW, Mark Pedowitz, em uma ligação com repórteres com a presença do The Wrap. “Foi só uma falta. Acreditamos totalmente no elenco. Acreditamos em Diablo e Heather [Regnier], que estão escrevendo, e acreditamos nos auspícios de Greg Berlanti e Warner Studios. Neste caso, o piloto não funcionou. ”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele explicou que a versão do piloto que foi filmada no início deste ano “parecia um pouco exagerada”.

Lançada em 1998, o seriado de animação acompanhava três irmãs que acidentalmente foram criadas em laboratório por um professor e combatem o crime na cidade de Townsville. Nos episódios, Florzinha, Lindinha e Docinho precisam salvar o mundo das ameaças de diversos vilões como Macaco Louco, Ele, Fuzzy Confusão e diversos outros.

Intitulada Powerpuff, a série acompanhará as jovens desiludidas de vinte e poucos anos que se ressentem de terem perdido a infância para o combate ao crime. Será que concordarão em se reunir agora que o mundo precisa delas mais do que nunca?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio