Herói ou vilão? 5 vezes em que Flash não pensou em salvar o dia

Publicado em 25/10/2020 18:05
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Muita das vezes ao longo de The Flash, Barry Allen (Grant Gustin) tem o péssimo hábito de confundir egoísmo com o melhor a se fazer. Abaixo você confere algumas das decisões mais egoístas tomada pela personagem ao longo das temporadas. Atenção! há possíveis spoilers!

Esconder seu segredo de Íris

The Flash (Fonte: Divulgação)

Logo de início temos seu maior segredo escondido de Íris (Candice Patton), a identidade do Flash. A personagem sempre foi a melhor amiga de Barry (Grant Gustin), e é compreensível que o personagem escondia com a intenção de protegê-la.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém não dá pra defender Flash, já que na verdade todos ao seu redor sabem sobre, inclusive o namorado de Iris, menos ela. Dada a postura de Barry de colocar todos que amam em xeque, ele não poderia decidir por ela também.

Não sacrificar seu amor

The Flash (Fonte: Divulgação)

Se parar pra pensar, grande parte dos problemas de Barry ao longo do enredo não é lidar com os vilões, e sim tentar proteger Íris a todo custo. Literalmente falando.

Na quarta temporada Savitar (Grant Gustin) busca fazer com que o velocista escarlate ceda ao caminho desenvolvido com ele, e busca a morte de Íris para que isso se concretize. Toda equipe de Flash compreende a situação, e avalia que o caminho de Savitar é melhor, até Íris, mas Barry não desiste, buscando sacrificar tudo para que ela permanecesse viva.

Enviar Nora de volta para casa

The Flash (Fonte: Divulgação)

Sem ao menos falar com Íris [novidade, não é mesmo?!], Flash envia Nora (Jessica Parker Kennedy) de volta a sua linha do tempo, a partir do momento que descobre seu envolvimento com Eobard Thawne (Tom Cavanagh) de sua linha do tempo, conhecido na linha de Flash como Professor Zoom.

Segundo o mesmo, a decisão foi a melhor para equipe, sem ao mesmo terem consultado à todos e decidindo tudo por si mesmo.

Flashpoint

The Flash (Fonte: Divulgação)

Se já conferiu a animação Flashpoint sabe que uma mudança simples mudança, pode alterar gravemente a linha do tempo. E ao final da segunda temporada, Flash parte em uma jornada em sua própria linha do tempo e resgata sua mãe, porém os resultados negativos não são poucos.

Assim que retorna a realidade que sempre quis, o mesmo descobre que o irmão de Cisco (Carlos Valdes) foi assassinado, Diggle (David Ramsey) e Lyla (Audrey Marie Anderson) tem na verdade um filho e Iris e Joe (Jesse L. Martin) são brigados. Tudo porque Barry queria algo para si.

A raiva

The Flash (Fonte: Divulgação)

A situação teve alguns fatores de influência, como a influência de Bloodwork (Sendhil Ramamurthy), mas o antagonista simplesmente mexeu com sentimento de raiva do velocista. Ao fazer isso, o personagem perde completamente a cabeça, fazendo com que sua falta de controle leve a uma jornada de fim crítico.

A intenção principal do antagonista era de fazer que Allen atacasse a força da velocidade, porém a situação é revertida quando Cisco dá uma sobrecarga na força, que traz parte da lucidez de Barry de volta.

https://observatoriodeseries.uol.com.br/cw/arrowverse/5-vezes-que-barry-allen-provou-ser-um-verdadeiro-heroi-em-the-flash
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio