Netflix (Fonte: Reprodução)
Netflix (Fonte: Reprodução)

Em março, a Netflix revelou que estava diminuindo suas velocidades de transmissão na Europa em resposta a uma solicitação de um comissário da União Europeia que estava preocupado com o lockdown do Coronavírus pressionando os sistemas de entrega de banda larga.

Inevitavelmente, todas as outras grandes plataformas de streaming de vídeo seguiram o exemplo rapidamente, deixando os lares europeus com uma qualidade de imagem de streaming claramente reduzida enquanto tentavam preencher as horas presas em suas casas.

Agora, a Netflix parece ter começado a reverter suas limitações de banda larga de streaming. Segundo a Forbes, vários lares na Alemanha agora veem velocidades de streaming de conteúdo 4K da Netflix atingindo rotineiramente 15,25 Mbps.

Essa é a mesma taxa máxima que costumavam atingir antes da imposição das limitações devido ao Coronavírus. Anteriormente, o processo de limitação da Netflix tinha visto esses fluxos limitados a 7,62 Mbps, a velocidade mínima necessária para fornecer um fluxo 4K.

Parece, porém, que a situação na Alemanha é um caso isolado. Segundo o site, no Reino Unido a Netflix continua limitada a 7,62 Mbps no máximo. Isso sugere que a Netflix aumentará seu limite de largura de banda país a país, levantando questões sobre quais critérios está usando para tomar suas decisões.

Netflix como indicativo

Se for baseado em alguns critérios associados a quão bem um país está lidando com o vírus, especialmente na medida em que um país é capaz de elevar as condições de lockdown, as taxas de streaming da Netflix podem começar a se tornar uma medida extra interessante de quão bem um país está lidando com a pandemia do Coronavírus.

Mais provavelmente, a pista para o que está acontecendo está no parágrafo de atualização da Netflix, recentemente adicionado ao seu site, sobre sua abordagem de limitação de banda larga. Publicado em 21 de abril, esta atualização diz:

“Observe que estamos trabalhando com ISPs para ajudar a aumentar a capacidade. Somente no último mês, adicionamos quatro vezes a capacidade normal. À medida que as condições melhorarem, elevaremos essas limitações”.

Embora um pouco enigmático em parte de sua terminologia, as duas principais coisas que parece que podemos definitivamente tirar desta atualização são que a Netflix realmente pretende eventualmente retornar a banda larga de streaming aos níveis pré-vírus para todos, mas que suas decisões provavelmente estão sendo tomadas com base em discussões com ISPs individuais em diferentes países.

Portanto, presumivelmente, os ISPs alemães forneceram evidências suficientes de que seus sistemas agora são capazes de lidar facilmente com o retorno à largura de banda total de streaming.