Vendas de mangás bateram recorde histórico em 2020

O relatório destacou Jujutsu Kaisen como um prodigio

Publicado em 11/07/2021 19:00
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mangás são sem dúvida uma das mídias que mais caíram nas graças das pessoas ao redor do mundo. Quem fala isso não sou eu, mas sim um relatório publicado pelo ICv2. Ele aponto com base em dados da NPD BookscanDiamond Comic DistributorsComic Hub e outras fontes, que as vendas de mangás impressos atingiram um pico histórico em 2020.

Os mangás e boxsets de obra antigas tiveram forte influência nas vendas do ano passado, e o site atribuiu essa demanda ao aumento do streaming de anime durante a pandemia. Para se ter uma ideia, o recorde anterior havia sido estabelecido em 2007. Desde então, ocorreu um declínio considerável devido a vários fatores, incluindo uma crise financeira global, falência da livraria Borders e a baixa popularidade dos animes na TV norte-americana.

Dados da NPD Bookscan para o primeiro trimestre de 2021 mostraram um aumento de 29% nas vendas gerais de livros impressos nos EUA, o maior volume desde que a empresa começou a monitorar essas situações em 2004. Os mangás foram responsáveis por 80% do crescimento nessa categoria.

Vice-presidente de vendas da Viz MediaKevin Hamric afirmou anteriormente que a editora teve um crescimento de 70% em 2020, em linha com um aumento de 43% nas vendas gerais de mangá nos EUA em 2020, apesar da pandemia. Dessa forma, obras como Haikyu!!‘ e Jujutsu Kaisen foram mencionadas como exemplos notáveis.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio