One Piece
Imagem/Montagem: Reprodução

Os animes sempre tiveram um grande espaço na cultura de diversos países, desde os que tratam de super poderes (Boku no Hero ou se for da velha guarda, Yu yu Hakusho), suspense (Death Note) e aqueles que abordam outros diversos temas.

É válido afirmar que One Piece, por mais que tenha alguns memes referente ao seu alto número de episódios, é um dos maiores sucessos no mundo dos animes. E agora que ele está no catálogo da Netflix, destacamos os 10 melhores momento do anime.

Luffy vs Katakuri (EP. 868)

Nessa batalha, a probabilidade de Luffy perder, dado fato que Katakuri tem habilidade de prever movimentos futuros do adversário, era alta. Porém, quando ambos chegam aos seus limites, a batalha se encerra num empate. Luffy se torna amigo do rival, e faz um ato nunca realizado: retira o cachecol em volta do rosto de Katakuri, assim revelando sua verdadeira face, além de feri-lo.

Resgate de Ace (EP. 451)

Novamente um momento onde Luffy transformar seus inimigos em amigos. Ao invadir uma prisão afim de salvar Ace, o capitão da tripulação Chapéu de Palha acaba conversando com Bon Clay, que vendo uma forte conexão, o pirata aceita ajudá-los a sair de lá.

No último segundo da fuga, Clay, que tem a habilidade de se transformar em outras pessoas, assume a forma do general local, dando ordem para abrirem os portões. Mas no fim, ele não vai junto de Luffy e fica na prisão.

Zeff e Sanji (EP. 26)

Agora, trazendo os holofotes a Sanji, navegamos pelo passado do personagem. Na cena em questão, a personagem cai no mar durante o assalto ao navio que estava, e surpreendentemente, o pirata Zeff pula para ajudá-lo.

Quando acordam, ambos estão numa ilha e passam a partilhar alimentos. Com o passar tempo, a criança vai prestar contas com Zeff, mas ao chegar lá descobre que o pirata deu toda comida para Sanji, e se alimentou da própria perna. Desde então ambos passam a ser amigos.

O Fim de uma era (EP. 485)

Ocorrendo em Marineford, a trama se desenrola na luta de vários piratas, afim de salvar o irmão de Luffy, Ace. Entre os combatentes se encontra o lendário Barba Branca, que trata Ace como um filho.

Durante a batalha, o mesmo é extremamente ferido, e poucos minutos antes de morrer, a batalha para somente afim de escutar suas últimas palavras, onde ele afirma que One Piece existe. A cena marca o fim de uma era.

Zoro à prova da dor (EP. 377)

Imagem: Reprodução

Durante o um combate, Luffy e sua tripulação são massacrados por Bartholomew Kuma, agora ciborgue da marinha. Com toda tripulação derrotada, o único que resta de pé e Zoro, que faz um acordo com Kuma.

Mostrando interesse na proposta, o ciborgue sugere a Zoro que terá de aguentar todos os danos sofridos por Luffy, assim deixará eles irem. O espadachim permanece de pé até o fim, provando sua lealdade.

5. Usopp vs Luffy (EP. 236)

Imagem: Reprodução

No arco Water Seven, o barco Going Merry está extremamente danificado, e é dito a Luffy que o navio pirata não tem salvação, sendo a próxima vez que zarpar, a última.

Todos os membros da tripulação são salientados disso, menos Usopp, que ao descobrir que Luffy deixará o barco para trás, resolve enfrentá-lo. A batalha termina com a tripulação vendo Luffy amassar Usopp na porrada.

“Eu quero viver” (EP. 274)

Sucedendo os acontecimentos da batalha entre Luffy e Usopp, a tripulação parte em busca de Nico Robin, que foi sequestrada e é mantida em uma base da marinha extremamente protegida.

Quando finalmente a encontram, ela afirma que o grupo tem que deixa-la, já que acredita só trazer desgraça aos aliados. O capitão apenas a questiona se a mesma quer continuar viva, assim desencadeando um dos momentos mais emblemáticos do anime.

O Adeus de Going Merry (EP. 312)

No desenrolar do resgate de Nico Robin, a tripulação se encontra encurralada, até o momento que escutam uma voz do o antigo barco, Going Merry. Na mitologia de One Piece é afirmado que os navios também possuem almas.

Ao resgatá-los, o Going Merry agradece aos tripulantes pelas aventuras, passa os mesmos para outro navio e na sequência se despedaça em meio ao mar.

A morte de Ace (EP. 483)

Uma das cenas mais lindas, e trágicas do anime, com certeza é a morte de Ace. O almirante do Barba Branca tinha tupo pra se salvar, porém incitado ao ódio pelo almirante Sakazuki, o irmão de Luffy perde a cabeça.

Durante o combate, Luffy tenta pegar o Vivre Card, fazendo com que o almirante voltasse sua atenção ao irmão de Ace, que percebendo a situação se joga na frente de Sakazuki para interferir no golpe. O fim de Ace ocorre aos braços de Luffy.

Ajudando uma amiga (EP. 37)

Vendo sua ilha tomada por piratas tritões comandados por Arlong, Nami é forçada a entra para a tripulação já que possuí uma ótima habilidades com mapas.

Ao chegar lá tanto a tripulação do chapéu de palha, quanto o povo local descobre que Nami fez tudo pela ilha, e que pretendia comprar ela de Arlong. No final temos uma das primeiras batalhas mais emocionantes de Luffy contra um antagonista. E nesse fim, o pirata que estica o braço vence.

Agradecimento a Caroline Roque pela cooperação com a matéria.